ANÚNCIO

No início deste ano, voluntários do Instituto Luisa Mell resgataram uma gatinha em situação de rua que foi atropelada e deixada para trás sem receber qualquer socorro em São Paulo (SP).

“Soubemos dessa gatinha que também tinha a suspeita de […] estar prenha em estado grave, ela teve assistência em outra clínica para os primeiros socorros, fomos buscá-la para dar a assistência necessária aqui em nosso hospital.

ANÚNCIO

Leia também: Gatinho resgatado sem orelhas vira xodó de abrigo graças a seu jeitinho fofo e amigável

Depois dos exames concluímos que ela não estava prenha, mas seu estado era realmente grave”, explicou um porta-voz do instituto em um post compartilhado no Facebook.

ANÚNCIO

Leia também: Família muda de casa e deixa cadelinha pit bull para trás: ‘Precisa de um novo lar urgente’

Exames de raio-X constataram posteriormente que a gata tinha fraturas no crânio e ferimentos internos por todo o corpo. “Fizemos as cirurgias da boquinha e outras regiões, ela está ainda com remédio para controlar a dor e agora está se recuperando em segurança por aqui”, afirmou o ILM.

De toda forma, a gatinha está respondendo super bem ao tratamento. “Muito obrigada a todos que nos ajudam e nos permitem assim, ajudar 🙏🏻♥️ Desistir nunca é uma opção!”, concluiu.

ANÚNCIO
Você pode gostar: