Com fome e cheio de pulgas, filhotes são abandonados em caixa de papelão em Vila Velha (ES)

ANÚNCIO
ANÚNCIO

No início desta semana, uma câmera de segurança flagrou o momento em que um homem abandona cinco filhotes em uma caixa de papelão à porta de um pet shop em Vila Velha (ES).

ANÚNCIO

Os animais foram deixados na entrada do estabelecimento por volta das quatro horas da manhã. Ao chegar para abrir a loja pouco depois, o empresário Carlos Henrique Fontana encontrou os animais chorando.

“Quando chegamos para trabalhar por volta das oito da manhã, que a gente abre a loja, encontramos a caixa de papelão. Quando a gente foi olhar a caixa tinha cinco cachorrinhos dentro. Fomos procurar na imagem de câmeras e vimos um carro prisma branco com um motorista careca que deixou aqui. Eram cinco e agora nós conseguimos doar e tem mais três aí. Mas já comunicamos a ONG, fizemos boletim de ocorrência, fizemos tudo que tinha pra fazer”, contou Carlos.

ANÚNCIO

Leia também: Menina de 3 anos leva galo de estimação escondido na mochila para a escola e diverte colegas [VIDEO]

Felizmente, 2 dos 5 filhotes já encontraram lares adotivos – os outros três ainda aguardam acolhimento.

No mesmo dia do abandono, os pequenos receberam os primeiros cuidados no pet shop. No entanto, o local não tem a estrutura adequada para abrigá-los por mais tempo.

ANÚNCIO

“Assim que nós pegamos a caixa, eles estavam com muito carrapato, muita pulga. Aí nós passamos os produtos de carrapato e pulga pra eles. Eles estavam com muita fome e colocamos comida. Chegaram numa situação bem destruída. Essa noite eles dormiram no nosso banho e tosa. A gente não vai deixar eles dormirem ao relento. Estamos dando os cuidados, fazendo de tudo”, comentou o dono do pet shop.

Em entrevista ao portal g1, o advogado Flávio Fabiano disse que, por mais que os animais tenham sido abandonados em frente a um pet shop, continua sendo crime de maus-tratos.

ANÚNCIO

“Nós estamos diante de um crime contra os animais, está na leis de crimes ambientais. É um tratamento específico para os animais da fauna e da flora. Por serem cães e gatos a pena é de dois a cinco anos. Por se tratar de um crime cuja pena ultrapassa quatro anos, é inafiançável. Ainda que diante, de frente a um local de atendimento a pet, as más condições dos animais determinam ali abuso e maus tratos contra os pets. Pode ser condenado no crime de maus tratos”, explicou.

Na segunda-feira (21), um boletim de ocorrência foi lavrado na delegacia de Polícia Civil de Vila Velha.

Com as imagens da câmera de segurança em mãos, os policiais esperam que os responsáveis sejam identificados e responsabilizados.

Enquanto isso, o dono do petshop reforça para que as pessoas tenham consciência com os animais.

“Ter um pouquinho de consciência, não vamos fazer isso não. É um ser humaninho tbm, vamos dizer assim. Vamos tratar com carinho, respeito porque é uma vida. A gente que cuida dos nossos aqui , dos nossos clientes, faz parte da nossa família. Não faça isso não, é crime”, reforçou Carlos.

Leia também: Mamãe chimpanzé se emociona ao reencontrar seu filhote de 2 dias que estava na UTI

Compartilhe o post com seus amigos! 😉