Cachorrinha de abrigo acolhe filhotes órfãos abandonados na rua e ‘se oferece’ para amamentá-los

ANÚNCIO
ANÚNCIO

O senso de destino e a compaixão dos animais são duas coisas que sempre tendem a nos surpreender positivamente, como no caso da história de uma cachorrinha acolhida pelo Instituto Luisa Mell.

ANÚNCIO

Algumas semanas atrás, uma ninhada de filhotes recém-nascidos foram abandonados no portão de entrada do abrigo do ILM, sediado em São Paulo (SP).

Os pequenos tinham apenas 20 dias de vida e demandavam leite materno e cuidados constantes. “Por isso, cientes dessa necessidade, nós resolvemos interná-los”, explicou o instituto em um post compartilhado no Instagram.

ANÚNCIO

Leia também: Família muda de casa e deixa cadelinha pit bull para trás: ‘Precisa de um novo lar urgente’

Dias antes de acolher os filhotes, voluntários do abrigo receberam um pedido de ajuda de uma mulher anônima. “Ela havia achado uma cachorrinha na rua com a patinha quebrada e queria saber se podíamos ajudar com a cirurgia; ela tinha leite nas mamas, mas não tinha bebês quando foi achada por quem nos pediu ajuda”, contou o ILM.

Um dia depois dos bebês serem abandonados na sede do instituto, estava marcada a cirurgia dessa cachorrinha. “Ela operou e quando voltou da anestesia e estava se recuperando ouviu os bebês chorarem, era hora do leitinho deles por aqui, ela então ficou desesperada, nós a colocamos próxima dos bebês e ela começou a cuidar imediatamente, lambendo e organizando eles para mamarem nela”, contou um porta-voz da entidade.

ANÚNCIO

Leia também: Gatinho resgatado sem orelhas vira xodó de abrigo graças a seu jeitinho fofo e amigável

Assim nascia uma nova família canina!

ANÚNCIO

“Não sabemos se são filhotes dela ou se ela os adotou, o que sabemos é que ela com certeza é uma super mãe. A senhora que a encontrou na rua vai adotá-la, mas permitiu que ela fique por aqui cuidando dos seus novos bebês até que eles já estejam comendo sozinhos ♥️ histórias assim nos mostram quanto os anaimais tem a nos ensinar sempre !! 🥰”, concluiu o abrigo.