Gatinha que perdeu as patas recupera capacidade de andar com a ajuda de novas próteses 3D

ANÚNCIO
ANÚNCIO

Uma gatinha de rua que perdeu todas as quatro patas por causa do frio está agora desfrutando de uma nova vida depois de receber pernas biônicas, fabricadas com o auxílio de uma impressora 3D.

ANÚNCIO

Dymka foi encontrada nas ruas de Novokuznetsk, na Sibéria (Rússia), onde as temperaturas médias durante as noites de inverno podem facilmente cair para até -20° C.

Os veterinários que a resgataram acham que ela fugiu de casa e vivia como sem-teto até o fatídico dia em que perdeu as quatro patas em uma madrugada congelante.

ANÚNCIO

Leia também: Crianças salvam a vida de guaxinim que foi encontrado enterrado vivo após desabamento de toca

Dymka foi levada às pressas para um centro veterinário, cujos profissionais não tiveram escolha a não ser amputar seus membros inferiores, além da cauda e de suas orelhas. O incidente aconteceu em outubro de 2018.

O veterinário Sergei Gorshkov decidiu fazer as amputações ao invés de submeter a gatinha à eutanásia.

ANÚNCIO

Leia também: Cachorro é abandonado por ser muito idoso e gera revolta na web: ‘Foi arremessado de um carro’

Sua clínica então trabalhou com engenheiros e pesquisadores para criar pernas protéticas para ela, que foram feitas em uma impressora 3D. As peças foram colocadas cirurgicamente no verão passado ao lado de quatro patas de titânio.

ANÚNCIO

Sete meses após a cirurgia, Dymka se recuperou totalmente e está se adaptando a um novo lar. Ela agora mora com a mulher que a encontrou pela primeira vez na neve.

Dymka é o segundo animal no mundo a ser equipado com sucesso com quatro membros biônicos. O primeiro, Ryzhik, também foi tratado por Sergei e sua equipe e também está prosperando na cidade siberiana.

Saiba mais assistindo ao vídeo abaixo: