Quando Snafu foi encontrado ainda filhote na beira da estrada seu estado era crítico. As duas ativistas de chimpanzés na Libéria, África,  não sabiam onde levar o cachorrinho, então decidiram levá-lo até o santuário de chimpanzés.

Lá, elea apresentaram o pequeno à nova família de chimpanzés. Porém, a saúde de Snafu era complicada – ele tinha feridas infecciosas, falta de pelos, e a maioria de seus músculos havia se esgota do. O veterinário do santuário prestou tratamento de emergência e esperava que ele mostrasse alguma melhora.

Mas não foi só isso que aconteceu – Os chimpanzés também se aproximaram e lhe deram muito carinho – e como um milagre, Snafu começou a se recuperar!

Quando as feridas de Snafu começaram a cicatrizar, foi para ele difícil superar o desejo de coçá-las. Então o veterinário o colocou em um cone para protegê-lo. Mas, vendo que o cone limitava seus movimentos, os chimpanzés gentis sempre o erguiam e o carregavam pelas escadas.

Por um ano inteiro, os chimpanzés protegeram Snafu que se tornou uma parte inseparável da família deles.

Hoje, Snafu é um menino grande e saudável. Os ativistas o ajudaram a encontrar um lar para sempre com uma família amorosa no Colorado. Mas não importa onde ele mora, o coração de Snafu sempre se lembrará com carinho das doces lembranças da família dos chimpanzés que o criaram com tanto amor!

Assista: