Há cerca de três anos, o ativista Eldad Hagar, fundador da ONG de bem-estar animal Hope for Paws, foi convocado para assumir o resgate “quase-impossível” de uma ninhada de filhotes presa em uma caverna.

A mãe deles havia dado à luz próximo ao local e evitava sair de lá, uma vez que tinha muito receio de perder seus bebês. Além disso, de acordo com relatos, a cadela era muito “tímida” e “desconfiada” com todos que se aproximavam para oferecer alimentos.

Leia também: Gato não para de miar até seu dono perceber que filhote de passarinho precisava de ajuda

Chegando lá, Eldad teve certeza: o resgate seria desafiador e demorado, mas, felizmente, nada impossível. A caverna era bastante fechada e abafada, além de escura.

Rastrear os filhotes de seis semanas foi complicado, mas, um a um, todos eles foram retirados do buraco escuro.

Os bebês estavam absolutamente famintos e cansados. Ciente disso, o socorrista levou-os para um abrigo, onde os alimentou e cuidou de cada um deles – um filhote mais bonitinho que o outro, viu!

Ao todo, foram sete horas e meia de resgate – e 9 cachorrinhos saudáveis prontos para se recuperarem e serem adotados.

“Os filhotes estavam incríveis, é maravilhoso”, disse Hagar. “Eles eram tão felizes, talvez os mais felizes do mundo. Eles também eram a matilha mais silenciosa de filhotes, como se sua mãe tivesse tentado dizer a eles: ‘Fiquem quietos, há coiotes por aqui’; eram muito furtivos”, complementou.

Felizmente, a mamãe deles foi rastreada nos arredores e também levada ao abrigo. Com o passar dos dias, todos os cãezinhos foram encaminhados para seus respetivos lares adotivos.

Confira abaixo como foi o incrível resgate dos filhotes: