ANÚNCIO

Quando a cachorrinha Mia foi à praia pela primeira vez, quando tinha apenas 5 meses de idade, ela se apaixonou pela areia, o barulho e a beleza do mar. Ela adora nadar, cavar na areia e correr atrás da bola de brincar, o que rapidamente se tornou um de seus passeios favoritos.

Mia e sua mãe vão à praia cerca de uma vez por semana no verão – mas para Mia, isso nunca é o suficiente.

ANÚNCIO

A casa delas não fica longe da praia, então sempre que Mia está passeando, elas passam pelo caminho que as levaria à praia. Nesse momento, a cadela faz de tudo para convencer sua mãe a descer até o litoral, sem sucesso.

“Ela sabe o caminho de cor”, disse Yoshi Lok, a mãe adotiva de Mia. “Ela também sabe que se continuar indo para o norte, eventualmente chegará à praia, e é por isso que ela sempre para no seu caminho e me puxa quando estamos indo na direção oposta da praia!”, complementou.

Leia também: Cadelinha encontrada dormindo em manjedoura de presépio no Piauí é adotada

ANÚNCIO

Mia pode ser bastante teimosa e não tem problemas em se envolver em um impasse com sua mãe. Toda vez, sua mãe implora para que ela continue caminhando, tentando explicar que elas não têm tempo de ir à praia naquele dia, mas Mia sempre tenta esperar um pouco mais.

Ela espera que, quanto mais tempo ficar ali, mais provável será que sua mãe desabe e a leve para a praia, afinal.

ANÚNCIO

“Ela não fica muito feliz quando não vamos, ela tenta mais de uma vez em nossas caminhadas ir à praia”, disse Lok. “Às vezes tenho que suborná-la com guloseimas para continuar caminhando.”

Mesmo que Mia vá à praia mais do que a maioria dos cachorros, ela prefere ir todos os dias, e deixou sua postura perfeitamente clara.

“Ela reage assim todos os dias”, disse Lok. “Desde que caminhamos para a praia há três anos (quando nos mudamos para esta área em Vancouver – Kitsilano), ela se lembrava do caminho e nunca se esqueceu.”

Nos dias em que Mia finalmente consegue ir à praia, ela fica muito feliz. Assim que ela e a mãe começam a caminhar na direção da praia, ela fica tão animada e praticamente corre todo o caminho até lá. Ela nada, cava e corre o máximo que pode até a hora de voltar para casa – e então começa sua campanha para voltar à praia novamente no dia seguinte.

Leia também: ‘Rocha do Elefante’, a incrível falésia de 200 metros de altura localizada na Islândia

Compartilhe o post com seus amigos! 😉

Você pode gostar: