5 coisas para aprender antes de viajar com animais de estimação

ANÚNCIO
ANÚNCIO

Quem já viu com o pet várias vezes acaba não se preocupando com alguns pontos importantes, como o que fazer se o animal ficar enjoado ou como escolher o meio de transporte mais seguro para ele. No entanto, independente da experiência, esses cuidados são necessários.

ANÚNCIO

Dessa forma, mesmo que você já tenha viajado com o pet várias vezes ou nunca tenha feito isso, saiba que esse texto é para você. Aqui vamos trazer 5 dicas muito valiosas sobre como viajar com o pet, mostrando de que modo dá para fazer passeios seguros e cativantes.

5 coisas para aprender antes de viajar com animais de estimação
Foto: (reprodução/internet)

1 – A criação do hábito

A primeira das coisas que todo dono de pet tem que aprender é que algumas atividades acontecem apenas com os hábitos. Isso porque tudo o que é novo para o cão ou gato pode estranhar no começo, seja vestir uma roupa fantasia ou até mesmo aprender a fazer xixi no lugar certo.

5 coisas para aprender antes de viajar com animais de estimação
Foto: (reprodução/internet)

É por isso que hoje em dia muito se fala em técnicas e dicas de adestramento para se fazer em casa. Quando se quer criar um bom hábito, o ideal é que exista treinamento que, consequentemente, se tornará comum. É assim que nasce um hábito: aquilo que fazemos sempre.

ANÚNCIO

No caso das viagens, a ideia do hábito canino ou felino funciona bem também. Por isso, o mais comum de tudo é o que pet estranhe os primeiros passeios para longe de casa, seja praia, campo ou qualquer outro tipo de ambiente. Mas, com o hábito, ele vai se acostumando.

Acostume-se

Aliás, para complementar a dica sobre o hábito vale lembrar que você pode acostumar ele a viajar sem ter que viajar propriamente. Ou seja, se o seu passeio será de carro, então, vale a pena dar umas voltas com ele durante os dias para que ele entenda tudo aquilo.

5 coisas para aprender antes de viajar com animais de estimação
Foto: (reprodução/internet)

O erro está em pegar o pet e colocar ele no carro e rumar para a estrada. Esse choque de atividades diferentes pode trazer muito estranhamento para ele. Ao planejar a sua viagem, portanto, comece a acostumar o pet para que ele possa fazer uma viagem mais tranquila depois.

ANÚNCIO

2 – A visita ao veterinário

A próxima dica, que vale muito, é sobre levar o animal de estimação ao veterinário. Considere que esse tipo de atividade deve ser constante e regular na vida de quem é dono de pet. No entanto, se faz ainda mais importante no período que antecede a viagem.

5 coisas para aprender antes de viajar com animais de estimação
Foto: (reprodução/internet)

E isso tem um motivo para acontecer: é fundamental ter a certeza de que o cãozinho ou gatinho está bem para fazer a viagem. Então, na visita ao especialista explique o motivo para que ele possa fazer exames e dar aquela visão geral sobre o bicho.

Afinal, dependendo do dia da viagem, o veterinário ainda poderá dar dicas de cuidados especiais e pontuais ou até medicamentos, como o de prevenção de pulgas, carrapatos ou até mesmo doenças que afetam a saúde animal de algum modo. 

ANÚNCIO

Previna-se

Para complementar a ideia de ir ao veterinário, saiba que é possível se prevenir de possíveis acontecimentos. Por exemplo, quem nunca viajou com pet talvez não saiba, no entanto, considere que eles podem ficar enjoados durante a viagem, ainda mais se for uma viagem longa.

5 coisas para aprender antes de viajar com animais de estimação
Foto: (reprodução/internet)

Então, vale a pena ter conhecimento sobre remédios que podem ser usados nessa hora. Esse tipo de prevenção passa por conhecer mais o pet e saber o que vai acalmar ele em um momento de euforia ou sentimentos mais intensos. 

3 – Os preparativos

A dica número três tem a ver com os preparativos para a viagem. Então, no dia da viagem vale a pena alimentar o pet de um jeito mais saudável e mais nutritivo também. Assim, ele poderá pegar a estrada ou alçar voos de maneira mais confortável e se prevenindo de imprevistos.

5 coisas para aprender antes de viajar com animais de estimação
Foto: (reprodução/internet)

Para quem vai viajar de carro com o pet, esse momento é menos dramático porque dá para deixar no porta-malas, de um jeito fácil, o pote de ração e de casa, a ponto de que eles sejam usados em caso de necessidade. Vale a pena levar os brinquedos do pet também.

Apesar disso, evite dar novas comidas para eles nesse dia ou fazer coisas que você nunca fez antes. A ideia é que ele saiba o que está acontecendo e por isso o treino dos passeios vale a pena, para que ele não estranhe na viagem.

Faça pausas

Se você está programando uma viagem com o pet de avião, leve em conta que não tem como fazer pausas como aconteceria na estrada. De todo modo, leve em conta que você poderá manter contato com o pet se houver paradas que demoram entre aeroportos.

5 coisas para aprender antes de viajar com animais de estimação
Foto: (reprodução/internet)

Na viagem de carro, o ideal é manter aquelas paradas programadas para esticar as pernas, ir ao banheiro, tomar água e, claro, ajudar o seu pet a fazer o mesmo. Afinal, eles também precisam desse tipo de pausa durante a viagem. 

Um fato curioso que vale mencionar aqui é que a Gol Linhas Aéreas passou a aceitar pets na cabine também. É o serviço Pet na Cabine, que permite que passageiros viagem com gato ou cachorro, desde que tenham no máximo 10 quilos e estejam em uma caixa de transporte. 

4 – A segurança

Hoje em dia, a segurança animal é um detalhe que tem um peso muito grande para companhias aéreas e também para famílias que vão viajar de carro. Então, basicamente, a regra é: conheça as regras de segurança para garantir uma viagem confortável para o pet.

5 coisas para aprender antes de viajar com animais de estimação
Foto: (reprodução/internet)

De todo modo, a lei ainda é falha quando se fala em segurança animal em viagens. O que pesa aqui é o cuidado que se tem com o gato ou cachorro para que ele não se machuque gravemente em casos extremos, como de acidentes.

A segurança do pet é fundamental e se não for possível, você sabe: melhor mudar a sua rota, literalmente, e não embarcar ele na viagem, está bem? Nada de viajar com os pets deixando-os com a cabeça para fora do vidro, por exemplo. Isso é perigosíssimo. 

Use acessórios

Para quem ficou curioso sobre os acessórios que existem e garantem mais conforto aos pets viajantes, vamos lá. Criamos esse tópico só para falar disso e ele está bem interessante. O primeiro é o cinto de segurança para cães. Depois, a capa protetora para bancos de carros.

5 coisas para aprender antes de viajar com animais de estimação
Foto: (reprodução/internet)

Elas servem até mesmo para quando os pets fazem xixi ali, já que são impermeáveis. Existe um colete de suprimentos para cães, que é usado em serviços táticos, mas serve para viagens, já que permite que o dog tenha ali alimentos e água para a viagem toda.

Outros acessórios que podem ser úteis são as cadeirinhas de banco, como vamos mencionar abaixo. E o adaptador para o cinto de segurança. Além da tela de proteção que separa o motorista e o passageiro do banco de trás. E até um bebedouro portátil para carros.

5 – O transporte correto

Acima, nos últimos tópicos, falamos bastante sobre as viagens de carros e de avião, que são mais comuns para levar os pets. Afinal, aqui no Brasil não se usa os trens e nem permite que animais viagem de ônibus na maioria dos casos, ok? 

5 coisas para aprender antes de viajar com animais de estimação
Foto: (reprodução/internet)

De todo modo, saiba que não dá para seguir as mesmas regras do transporte de passageiros humanos nesses tipos de viagens. Então, é muito importante conhecer as regras de cada companhia aérea ou do trânsito rodoviário para fazer o que é certo e, inclusive, seguro.

Também vale a pena considerar o porte do animal para entender o melhor transporte para ele. De todo modo, saiba que existem acessórios, como falamos acima, para auxiliar no conforto dos pets em uma viagem e eles podem ser usados nessa hora.

Use cadeirinhas ou caixas

Para que ninguém fique com dúvidas, leve em conta que o mais comum e seguro é levar os pets em cadeirinhas, que são bastante confortáveis para eles. Elas são como um bebê conforto, só que com cintos apropriados para os bichos.

5 coisas para aprender antes de viajar com animais de estimação
Foto: (reprodução/internet)

Assim, acaba sendo o transporte ideal para carros e animais de pequeno ou médio porte. Já a caixa de transporte de animais é usada em aviões e recomendada para gatos que vão viajar de carro. Isso porque eles se adaptam mais facilmente a esses lugares fechados.

Lembrando que mesmo que a Gol permita o pet na cabine, quem vai levar mais do que um pet deve se atentar para o fato de que isso não é permitido. Então, eles terão que ir junto com o bagageiro em suas caixas de transporte. 

Uma hospedagem animal

E para terminar o artigo, não deixe de considerar se a sua hospedagem terá acessibilidade para pets, viu. Apesar de essa ser uma tendência no mundo todo, ainda existem alguns lugares que ainda não aceitam pets, o que é um erro grave.

Atualmente, na internet, em várias plataformas de buscas dá para filtrar as hospedagens amigas dos cães e dos gatos (pet friendly). Afinal, isso muda tudo porque assim o seu cachorro ou gato se sentirá mais a vontade em um lugar que ele é aceito, certo? Essa dica é simples, mas vale ouro.