Veja quais são as 5 cobras brasileiras mais venenosas

A partir dos últimos estudos, considere que o Brasil registrou mais de 26 mil picadas de serpentes anualmente. Essa é uma média alta e que indica que é preciso tomar cuidado com essas cobras. Por aqui, temos 5 cobras consideradas as mais venenosas.

Os ataques podem ir de botes para dar as picadas até mesmo aquela técnica de enrolar a vítima e matar por estrangulamento. Por aqui, mais de 100 pessoas morrem por ano em decorrência desse tipo de acidente. Então, conheça abaixo as espécies mais peçonhentas.

Veja quais são as 5 cobras brasileiras mais venenosas
Foto: (reprodução/internet)

[nextpage]

5 – Jararacuçu

Não, ainda não é a Jararaca, apesar do nome parecido. A Jararacuçu é a espécie Bothrops jararacuçu, sendo comum na região Sul e Sudeste. Essa é a segunda maior espécie de cobra venenosa do Brasil. Só perde para a Surucucu, que veremos abaixo.

ANÚNCIO
Veja quais são as 5 cobras brasileiras mais venenosas
Foto: (reprodução/internet)

Assim, ela pode medir até 2,2 metros de comprimento. O fato curioso é que na língua tupi, Jararacuçu significa “serpente venenosa grande”. No país, há registros de pessoas que foram picadas por esse tipo de serpente e sofreram muito. Inclusive, o veneno pode ser letal.

Os casos mais comuns são aqueles de insuficiência circulatória e respiratória. Além disso, também pode acontecer casos de hemorragia intracerebral ou falência renal. Assim, a Jararacuçu está no Top 5 de cobras mais venenosas e isso se explica pelo veneno da cobra.

[nextpage]

ANÚNCIO

Como é o ataque da Jararacuçu

Essa cobra tem uma peçonha potente. Logo, a ação é citotóxica, hemotóxica e miotóxica. Ou seja, ao avaliar as principais picadas desse tipo de cobra, os especialistas notaram que os sintomas podem ir de choques até necrose.

Veja quais são as 5 cobras brasileiras mais venenosas
Foto: (reprodução/internet)

A peçonha dessa víbora tem dose letal de 0,14 mg/kg na injeção intravenosa, mas pode chegar a 4,92 mg/kg na injeção subcutânea. O ataque dela é feito com botes também, sendo que a picada pode ser fatal, além dos sintomas já mencionados aqui.

Um fato curioso é que a Jararacuçu é um tipo de Jararaca. No entanto, a gente optou por deixar ela de forma separada porque tem sido cada vez mais motivo de sustos nas pessoas. Na língua tupi, a tradução é justamente “Jararaca venenosa grande”, como vimos no tópico acima.

ANÚNCIO

[nextpage]

4 – Jararaca

São várias as cobras jararacas que existem e são populares no nosso país. Vamos às principais: Jararaca-de-Alcatrazes, Jararaca-Ilhoa, Jararaca-Cruzeira, Jararaca-Verde e a Jararaca-do-norte. A maioria se encontra em São Paulo, mas também tem em outros estados.

Veja quais são as 5 cobras brasileiras mais venenosas
Foto: (reprodução/internet)

O fato importante é considerar que o veneno da jararaca pode ser considerado 10 vezes mais forte do que outras espécies brasileiras. Ele pode gerar paralisação nervosa na vítima. Uma curiosidade é sobre a Jararaca-Ilhoa, que está em extinção e só se tem 200 espécies.

As jararacas podem ter comprimentos diferentes, assim como serem encontradas em tons cinzas ou marrons, com manchas triangulares ou em outros formatos. A Jararaca-Verde é uma das mais curiosas porque tem uma cor muito vibrante. Ela vive em árvores.

[nextpage]

Como é o ataque da Jararaca

Quando alguém recebe a picada da jararaca, saiba que os sintomas do envenenamento podem começar a aparecer cerca de 3 horas depois. O inchaço no local é comum, assim como a formação de bolhas e a insuficiência renal.

Veja quais são as 5 cobras brasileiras mais venenosas
Foto: (reprodução/internet)

O ataque da jararaca também se dá por botes, como na maioria dos casos. E com as mudanças climáticas, cada vez mais é comum encontrar elas em zonas urbanas. Assim, não é raro encontrar casos de ataques de jararacas em humanos e outros mamíferos, como cães.

O veneno da jararaca é potente e ataca o sistema nervoso, podendo matar em menos de 24 horas, especialmente se a vítima for criança. As picadas de jararacas respondem a 90% dos casos de acidentes entre cobras e humanos no nosso país. As jararacas causam mais de 600 mortes por ano no Brasil.

[nextpage]

3 – Surucucu pico-de-jaca

A Surucucu pico-de-jaca, ao lado da Cascavel, ocupa o segundo lugar na lista de cobras brasileiras mais venenosas. Ela é do gênero Lachesis muta e pode ser encontrada na Amazônia e na Mata Atlântica, que fica da Paraíba até o Rio de Janeiro.

Veja quais são as 5 cobras brasileiras mais venenosas
Foto: (reprodução/internet)

Atualmente, ela tem o título de maior serpente venenosa encontrada em toda a América. O motivo é simples. Pode atingir até 3 metros de comprimento, sendo que a coloração se dá por manchas pretas em formato de losangos.

As cobras adultas possuem um tipo de despesa que faz muito sentido para a espécie: as escamas dorsais possuem tipos de espinhos, sendo pontiagudas. Quanto ao veneno, considere que pode causar muita hemorragia, além de ser neurotóxica (atua no sistema nervoso).

[nextpage]

Como é o ataque da Surucucu pico-de-jaca

A mordida dessa cobra pode ser fatal, como é de se esperar. As vítimas costumam se queixar de muitas dores no local da picada, sendo que o inchaço se torna evidente. O mais comum é que o ataque aconteça durante a noite, quando ela caça. Ela se enrola na presa e dá picadas.

Veja quais são as 5 cobras brasileiras mais venenosas
Foto: (reprodução/internet)

Assim, é uma cobra agressiva, que pode dar botes muito longos e altos se sentir ameaçada. Tem um perfil muito parecido com o da jararaca. É uma das cobras mais temidas porque “adora” atacar mamíferos, mas especialmente roedores e marsupiais.

Outro ponto importante é considerar que hoje em dia essa cobra tem sido muito caçada por um motivo que você deve imaginar: o veneno. Isso porque o veneno dela pode custar R$ 1,5 mil por cada grama, acredita? Ele serve como matéria-prima para criar remédios.

[nextpage]

2 – Cascavel

Aqui está a Cascavel, que tem o nome usado na ciência de Crotalus durissus. No Brasil todo dá para encontrar as cobras Cascavel, exceto no Acre. É uma das espécies de cobras mais peçonhentas, onde o veneno afeta o sistema circulatório da vítima.

Veja quais são as 5 cobras brasileiras mais venenosas
Foto: (reprodução/internet)

Alguns estudos demonstraram que elas podem matar até mesmo mamíferos de grande porte. O veneno da Cascavel destrói as células do sangue de quem é picado, causando lesões musculares, afetando o sistema nervoso e podendo levar a morte.

O motivo é que existe uma proteína na peçonha dela que causa a rápida coagulação, fazendo o sangue ficar duro. É um tipo de proteína bem parecida com a trombina, que os seres humanos possuem. Os sintomas podem ir de mal-estar até paralisias.

[nextpage]

Como é o ataque da Cascavel

O ataque da Cascavel é um dos mais conhecidos entre as cobras. Sendo assim, elas ficam de resguardo, à espreita das presas. Quando a vítima se aproxima, ela faz o ataque, em botes rápidos, que podem durar décimos de segundo.

Veja quais são as 5 cobras brasileiras mais venenosas
Foto: (reprodução/internet)

Com o ataque, o veneno é inserido na vítima e com a vítima desordenada, a cobra a engole praticamente por inteiro. Quem for mordido por uma cobra como essa deve ser atendido por até 6 horas para evitar que os sintomas não cheguem até a respiração.

Um fato curioso sobre a cobra Cascavel e que ainda não foi desvendado é sobre a sua troca de pele. Isso porque ela mantém a pele enrolada na cauda, formando um tipo de anel cinzento e grosso. Esses pedaços ressecados formam o guizo, que causam um ruído popular.

[nextpage]

1 – Coral Verdadeira

O que a maioria dos cientistas concordam em dizer é que a Coral Verdadeira é a cobra mais venenosa do Brasil. O nome cientifico dela é Micrurus lemniscatus e ela pode ser encontrada em diversos estados do país, do Rio Grande do Sul até o Tocantins.

Veja quais são as 5 cobras brasileiras mais venenosas
Foto: (reprodução/internet)

A espécie de cobra é uma coral muito conhecida pela sua cor. Apesar de ser vista também como uma das cobras mais bonitas do mundo, ela é muito perigosa. A toxicidade dela é de 0,69 mg/kg, o que pode causar visão dupla, tonturas, dores musculares e insuficiência respiratória.

Os machos podem chegar a medir 1,3 metros de comprimento e as fêmeas são um pouco menores. O corpo apresenta anéis pretos, brancos e vermelhos, sendo uma cobra tricolor. A cabeça é arredondada e com anel preto no focinho.

[nextpage]

Como é o ataque da Coral Verdadeira

O que pouca gente sabe é que a Coral Verdadeira, apesar de ser a cobra mais perigosa do Brasil, não dá botes. Ou seja, na maioria das vezes, ela é uma cobra mansa, sendo que não faz a caça de animais de sangue quente. Acaba passando boa parte da vida escondida no solo.

Veja quais são as 5 cobras brasileiras mais venenosas
Foto: (reprodução/internet)

No entanto, a sua peçonha é neurotóxica. Isso quer dizer que o veneno atinge o sistema nervoso, causando dormência na área picada e podendo levar a pessoa a óbito em poucas horas. Logo, atualmente, a única forma de tratamento é através do soro antielapídico.

Ainda assim, sempre vale ficar atento para evitar as picadas de uma cobra como essa devido ao estrago que pode acontecer. Quem já sofreu com isso diz que a picada não dói, somente traz um formigamento. Mas, os sintomas são intensos e rápidos.

[nextpage]

O que fazer se for picado por cobra

A recomendação sanitária e dos médicos é que, após perceber a picada de cobras, as pessoas devem lavar com água e sabão neutro. Assim, não se deve considerar o uso de medicamentos por conta própria. Nem mesmo usar outros líquidos, como certos tipos de álcoois.

Em alguns casos, as dores e os sintomas podem demorar para aparecer. Em outros momentos, isso pode acontecer de forma imediata. Para esses casos, também é permitido a aplicação de compressas de gelo. A busca por assistencia médica deve ser urgente.