ANÚNCIO

Há alguns meses, o cachorrinho Paco foi abandonado dentro de uma tubulação de esgoto cheio de lama, insetos e água suja. Ele estava com medo e a lama era muito espessa para ele se mover. Naquela noite, tremeu de frio. Era uma cena lamentável de se ver.

O sofrimento de Paco durou por dias. Um homem chamado Roberto que estava andando de bicicleta encontrou o cachorro e chamou um abrigo de resgate de animais. Eles vieram o mais rápido que puderam.

ANÚNCIO

Leia também: Cadelinha cruelmente agredida por seu antigo dono é resgatada e encontra conforto em seu novo lar

Resgatar o cachorro não seria fácil. Eles tiveram que rastejar para dentro da tubulação e arrastar seu corpo para fora, com cuidado para não machucá-lo ainda mais. Uma mulher gentil fez o possível para não traumatizar ainda mais Paco.

ANÚNCIO

Levou tempo, paciência e delicadeza, mas finalmente, Paco estava em boas mãos. Era hora do grupo de resgate levá-lo à clínica veterinária. O pobre cachorro estava com muito frio e tremia continuamente devido à hipotermia e ao medo. Também estava faminto e desidratado. Os novos amigos de Paco fizeram tudo o que podiam para tentar acalmá-lo.

Enquanto Paco era examinado, os veterinários viram que ele estava coberto de vermes e lesmas. Para ter uma visão melhor de seu corpo, eles tiveram que dar um banho nele. Paco não gostou, mas eles usaram água morna e um toque gentil.

ANÚNCIO

Após o banho, o pequeno foi submetido a exames médicos. Os exames de raios-X revelaram que ele tinha uma fratura na coluna vertebral, provavelmente proposital. Tudo o que importava agora era ter certeza de que Paco não estava com dor.

 Uma voluntária do abrigo de resgate decidiu ficar com Paco durante toda sua recuperação. Ela trouxe um colchão de ar e dormiu no chão ao lado de seu canil. Ela se certificou de dar a ele tantos abraços e beijos quanto podia. O veterinário foi honesto: as chances de sobrevivência de Paco eram mínimas.

Os veterinários fizeram tudo que podiam por Paco por duas semanas, mas sua saúde continuou piorando.

Leia também: Jovem ajuda cachorrinho faminto que implorava comida na rua, mas era ignorado

Aos poucos, seus órgãos desligaram um por um… Não havia mais escapatória: Paco não resistiu aos ferimentos e acabou vindo a óbito.

Embora o falecimento de Paco seja muito triste, ele não morreu sozinho. Ele teria morrido sozinho naquele cano de esgoto se não fosse por Roberto, os voluntários do abrigo e uma equipe médica incrível.

Que Paco descanse em paz. Resgates de animais são vitais. Mesmo que um animal não sobreviva, é muito importante que eles vivam os dias restantes sentindo-se amados e não sofrendo sozinhos. Para ver a história completa de Paco, assista ao vídeo abaixo:

Você pode gostar: