Engane-se quem pensa que os animais irão amar qualquer pessoa – eles precisam se conetar com a pessoa em questão e por vezes precisam conquistados. Isso normalmente acontece quando os pobres animais são maltratados por humanos cruéis e passam a ficar com medo de qualquer um que se aproxime.

E assim era uma gatinha de lindos olhos – que apesar de viver pelas ruas, escondendo-se em frestas – às vezes aparecia perto de algumas pessoas, mas conquistá-la não seria uma tarefa fácil. Porém, um casal ao vê-la se apaixonou perdidamente por ela e decidiu tentar conquistá-la.

Eles começaram por lhe dar um pouco de comida, mas ela só comia quando eles se afastavam. Mas o casal não tinha intenção de desistir dela e até procuraram saber se ela tinha dono, mas pelas suas condições, suja e com o pelo em crosta, possivelmente ela não tinha ninguém.

Gradualmente, a gatinha começou a perceber que o casal não queria machucá-la e foi se aproximando. Um dia, começou a chover e a gatinha seguiu o casal, que abriu a porta e a deixou entrar. Ela parecia estar bem à vontade – até começou a ronronar, o que era um bom sinal.

Após um tempo, ela tomou até um banho, mas de tão suja que estava, ainda ficaram algumas crostas em suas patinhas, que pareciam não querer sair facilmente. Se sentindo em casa, era hora dela ganhar os mimos que merecia, mas antes, claro, seria necessária uma consulta ao veterinário, para saber qual era seu real estado de saúde.

Infelizmente ela tinha alguns problemas: uma infecção no estômago, vermes e ácaros nas orelhas, mas nada que não pudesse ser tratado. Seu pelo teve que ser tosado, mas logo logo um lindo começou crescer.

Agora ela se chamava Fluffy e tem um lar – e o melhor de tudo, uma amiguinha, Lacie.

Não se sabe o que ela passou nas ruas, mas agora tudo isso é passado e uma vida maravilhosa a espera até ao resto de seus dias.