ANÚNCIO

Um grupo de médicos e enfermeiros de um hospital em Denver, nos EUA, resolveram fazer uma festa de despedida para Wynn, um cãoterapeuta que os ajudou e os consolou desde o início da pandemia.

Após mais de um ano na função de cão terapeuta, o cachorro da raça labrador foi liberado da unidade hospitalar e segue para outras missões da cinoterapia.

ANÚNCIO

Leia também: Mulher acolhe filhote deficiente que não conseguia ficar em pé e o ajuda a andar pela 1ª vez

De acordo com o portal Sunny Skyz, Wynn ajudou diariamente os trabalhadores da unidade, levando minutos de tranquilidade e distração dentro do conturbado (e tenso) ambiente hospitalar.

ANÚNCIO

A festinha de despedida teve direito a bolo de ração, cartazes de agradecimento e muito carinho em Wynn. A equipe chamou o cãoterapeuta de herói por ter ajudado a também salvar vidas.

“Éramos o melhor time que já imaginei estar por perto e ele fazia parte dele. As pessoas simplesmente o acariciavam e sorriam quando era o dia mais difícil“, disse a médica Susan Ryan, dona do doguinho.

ANÚNCIO

Susan quem teve a ideia de levar o seu melhor amigo para consolar os colegas de profissão. Percebendo a necessidade de todos de se acalmarem durante as jornadas de trabalho e viu o potencial no bichinho de estimação de poder levar esse momento de descontração.

Leia também: Jovem resgata cadelinha abandonada e desnutrida e decide acolhê-la em casa: “Amor não vai faltar”

“Ver e ouvir coisas que você não consegue deixar de ver tem um impacto sobre você. Todos nós testemunhamos muito este ano. É aí que os cachorros entram. Quando você está na presença do cachorro e o acaricia, você está reservando um momento para se acalmar naquele momento“, analisou.

O cãoterapeuta tem 2 anos e seguirá para treinamento numa companhia canina independente. Até já começou a temporada de treinamentos. No futuro, ele deverá auxiliar crianças em tratamento.

Você pode gostar: