ANÚNCIO

A estudante inglesa Georgia Bradley estava de férias em uma praia em Creta, na Grécia, quando dois homens começaram a puxá-la pelo braço em uma clara situação de assédio.

Felizmente, uma vira-lata que descansava na areia correu para socorrê-la e atacou os assediadores, que fugiram.

ANÚNCIO

“Ela me salvou. Deve ter percebido que havia algo de errado”, disse Georgia ao jornal local Plymouth Herald.

Depois do incidente infeliz, a cadelinha continuou seguindo a estudante, como se fosse uma guarda-costas. “E quando saí para ir ao aeroporto, olhei para trás e ela estava correndo atrás do carro. Foi de quebrar o coração”, contou Georgia.

ANÚNCIO

De volta à Inglaterra, onde mora, a estudante não conseguia parar de pensar na cachorrinha, que batizou de Pepper. Decidiu voltar à Grécia só para adotá-la.

Mas as coisas não foram tão fáceis. Ela demorou cinco semanas para encontrar Pepper, e teve de mantê-la em quarentena por 21 dias para levá-la à Inglaterra.

ANÚNCIO

Agora, finalmente Pepper vive feliz com Georgia e teve seis filhinhos 🙂


Gostou da matéria? Compartilhe este artigo. Isso nos ajuda a espalhar bons conteúdos nas redes sociais. Obrigado!

Você pode gostar: