Uma cadela grávida que se suspeita ter sido enterrada viva, conseguiu sobreviver – tudo graças a um homem de bom coração que se recusou a ignorar os seus “gritos” de socorro.

Tudo começou na última sexta-feira (25) na entrada de um prédio, na cidade russa de Voronezh, no que alguns suspeitam ter sido um deliberado acto de crueldade. Umas semanas antes alguns trabalhadores da cidade tinham sido chamados ao local para arranjar uma parte do passeio que estava danificado. Ao fazê-lo, no entanto, de alguma forma acabaram por sepultar o cão numa cavidade sob os degraus da frente do edifício.

Nos dias que se seguiram, o morador Vadim Rustam e a sua família ficaram preocupados ao ouvir o som de latidos debaixo dos tijolos recém colocados, e decidiram alarmar as autoridades para que pudessem ajudar o animal o mais rapidamente possível.

Depois de lhes ser dito que nada poderia ser feito, Rustam decidiu tratar do assunto com as suas próprias mãos.

Sem qualquer tipo de preocupação por desfazer os recentes reparos, retirou tijolo a tijolo, cavou a areia…e lá estava ela, há dois dias sem água e comida…viva e feliz por ter sido encontrada e salva por quem decidiu não desistir dela!


Mesmo que não se saiba ao certo como a cadela acabou nesta situação, se foi ou não enterrada viva, ela e os seus filhotes estão vivos hoje por causa da persistência e bondade de um só homem.