Cão que vivia sozinho na floresta é adotado e cuida de sua nova mamãe

ANÚNCIO
ANÚNCIO

Riley é um cão da raça Husky Siberiano que passou parte da sua vida sozinho na floresta, em Georgina, Ontário, no Canadá, vivendo como um cão feroz. Ele foi encontrado abaixo do peso e com medo de humanos, além de parecer que não tinha interesse em ser resgatado.

ANÚNCIO

Porém, os funcionários da instituição de cuidados animais Georgina Animal Shelter não desistiram do cão e insistiram no resgate, até que finalmente conseguiram e Riley foi resgatado de sua vida solitária na floresta.

O abrigo anunciou que Riley estava disponível para adoção pela internet, e foi assim que sua nova mamãe ficou sabendo do cão. Karlee Waldvogel se apaixonou por Riley no momento em que viu sua foto. Ela conta que o que mais lhe chamou a atenção foram os olhos do cão e depois sua carinha.

ANÚNCIO

Karlee tratou de rapidamente ir até o abrigo buscar Riley e ficou chocada ao ver a quantidade de energia que o cão tinha. Ele não havia recebido treinamento e nunca tinha vivido em um ambiente fechado, então ele realmente não sabia como agir. Karlee sabia que a vida com ele seria bem agitada, mas de uma maneira boa.

No começo foi difícil para Riley se ajustar ao novo lar. Ele estava muito inseguro com outros cães e tinha dificuldade em aprender as regras da casa, do que era aceitável e o que não era.

ANÚNCIO

Porém, com o tempo ele foi se acostumando e se transformou em um cão pateta, bem-comportado e cheio de amor para dar, especialmente para a sua mãe.

Karlee tem transtorno de ansiedade generalizada, o que pode fazer com que ela tenha ataques de ansiedade que podem ser chocantes e assustadores. E, antes mesmo de aprender a ser um cão, Riley de alguma forma já sabia ser o amigo que sua mãe precisava e como ajudar a ela com seus ataques de ansiedade.

ANÚNCIO

A mulher logo viu que Riley era um cão bastante especial, pois ele rapidamente começou a perceber quando os ataques de ansiedade estavam chegando antes mesmo de Karlee notar. Agora, com a ajuda de Riley, a mulher consegue se antecipar aos ataques e procurar um lugar confortável ou até tentar minimizá-los.

Hoje, Riley é um cão-guia certificado para ajudar a sua mãe. Mas, para ele isso não é um trabalho, ele adora ir a todos os lugares com ela para se certificar de que ela está sempre segura, bem e feliz.


Gostou da matéria? Compartilhe este artigo. Isso nos ajuda a espalhar bons conteúdos nas redes sociais. Obrigado