ANÚNCIO

Uma adorável jovem Pit Bull chamada Sasha, está sendo chamada de heroína esta semana — e tudo por uma muito boa razão.

Graças à sua rápida reação, o cachorro da família evitou que pudesse haver uma tragédia fatal.

ANÚNCIO

No final do passado Domingo, Latana Chai estava deitada na sua cama em casa, situada em Stockton, California, quando foi atirada para fora da cama por um barulho bem forte. Quando foi investigar, viu que era a sua cadela, Sasha, ladrando e se atirando contra a porta.

Foi aí que Chai se apercebeu que ela e o seu bebê de 7 meses de idade corriam grande perigo. E Sasha conseguiu avisá-las antes que se apercebessem primeiro.

ANÚNCIO

“Assim que cheguei na porta, ela correu e começou a ladrar e eu pensei “O que raio se passa com você?! Tipo, não faça isso!, disse Chai ao KCRA3. “Mas ao mesmo tempo olho para cima e vejo fumo preto saindo da casa do meu vizinho. Conseguia ver as chamas a sair fora da casa.”

Com o incêndio rapidamente a alastrar para a sua casa, o tempo era crucial para que a família conseguisse sair. E evidentemente Sasha também sabi disso.

O cachorro correu de imediato diretamente para o quarto de Masailah.

ANÚNCIO

“Eu corri para o quarto e lá estava Sasha,” disse Chai à estação televisiva. “Ela tinha o meu bebê na sua boca preso pela fralda – tentando levá-la para fora de casa em segurança.”

Foi seguindo a liderança da cadela e o caminho que ela estava escolhendo, que Chai e Masailah conseguiram sair de casa, onde chamaram por socorro.

Dentro de minutos os bombeiros estariam lá para terminar com o fogo.

Vejam o incêndio da qual Sasha salvou a sua irmãzinha: 

Os estragos no edificios foram extensos mas todos os ocupantes conseguiram sair a tempo – graças a Sasha.

“Ela nos salvou a todos”, escreveu Chai online. “Ele é a nossa heroína. Sem ela, provavelmente não estaríamos aqui.”


Gostou da matéria? Compartilhe este artigo. Isso nos ajuda a espalhar bons conteúdos nas redes sociais. Obrigado

Tradução e adaptação por Portal do Animal, da matéria originalmente criada por Stephen Messenger no portal The Dodo

Você pode gostar: