Veterinários aguardam liberação para começar salvamento de animais atingidos em Brumadinho

ANÚNCIO
ANÚNCIO

Desde a tarde de sexta-feira, pouco depois do rompimento da barragem do Córrego do Feijão, um grupo de veterinários estão em Brumadinho aguardando liberação do Corpo de Bombeiros para tentar salvar animais atingidos pelo derramamento de rejeitos.

ANÚNCIO

A Brigada Animal, do Conselho Regional de Medicina Veterinária, conta com oito veterinários e quatro auxiliares – todos trabalhando voluntariamente.

ANÚNCIO

Número de mortos em Brumadinho chega a 11; Minas entra em calamidade pública

“Tem muitos animais para serem resgatados, mas o foco agora são humanos, que estão sendo resgatados e levados para os hospitais. Assim que o Corpo de Bombeiros autorizar, começaremos nosso trabalho”, conta Carla Sassi. Alguns animais foram resgatados da lama pelos militares.

ANÚNCIO

Segundo Carla, a maioria dos animais são de pequeno porte, com peixes e anfíbios. “Os moradores também perdem galinhas, cães, vacas e bois”, contabiliza.

A Brigada Animal se reúne desde 2011, em Nova Friburgo. Atuaram também desastres ambientais no Acre e no rompimento da barragem do Fundão, em Mariana, em novembro de 2015.

ANÚNCIO


Compartilhe este artigo. Isso nos ajuda a espalhar bons conteúdos nas redes sociais. Obrigado

Adaptação por Portal do Animal, da matéria originalmente criada por Jornal Estado de Minas