Salvaram a vida desta cadela que tinha sido abandonada com as pernas e focinho amarrados

ANÚNCIO
ANÚNCIO

Hoje vimos contar novamente uma história triste que nos faz cada vez mais acreditar que o ser humano ainda tem muito que melhorar. Os maus tratos a animais continuam, assim como os abandonos. Não podemos deixar que este tipo de situação sem piedade continue a acontecer nos tempos de hoje.

ANÚNCIO

Pedir que as pessoas não abandonem seus animais de estimação é nosso dever moral, mas mais que isso é um apelo à humanidade! Não se esqueçam que hoje somos jovens, cheios de energia mas amanhã seremos idosos. Não faça com ninguém, inclusive animais, aquilo que não quer que lhe façam a si!

À uns dias atrás, na província de Almeria, na Espanha, a associação proteção animal- Pupekas recebeu um aviso alertando-os para a descoberta de um cachorrinho, de raça podenca, em estado de alerta máximo.

O animal tinha a boca e as patas amarradas e não podia sequer pedir socorro, latindo.

ANÚNCIO

Se a equipe de resgate não tivesse chegado a tempo de salvá-la, o patudo teria com certeza morrido dentro de algumas horas devido às altas temperaturas que se faziam sentir naquele lugar. Lamentavelmente, o canino estava desidratado e semi inconsciente. Ele foi levado para um centro veterinário, onde puderam confirmar que a cadelinha tinha sido mãe à pouquíssimo tempo.

Depois de se recuperar, a associação quis compartilhar em todas as redes sociais o que tinha acontecido e começaram a busca por uma família que pudesse cuidar e amar a cadelinha chamada Esperança. Ele é um grande exemplo de força e superação!

Hoje, Esperança está começando sua nova vida, em uma casa nova com donos de coração amoroso.

ANÚNCIO