Saiba quais os animais marinhos mais perigosos do mundo

ANÚNCIO
ANÚNCIO

Às vezes, podem ser grandes como tubarões e em outros casos de seres quase invisíveis como as águas-vivas. Isso prova que o tamanho não importa tanto, mas a forma com que atacam sim. Inclusive, isso pode ser fatal para os humanos. Essas criaturas do mar são assustadoras.

ANÚNCIO

Ah, e nem estamos falando sobre serem assustadoras do ponto de vista físico, até porque muitas vezes são bonitinhas. Só que assustam pelo que podem causar em suas presas. Pior é quando um humano aparece nessa lista de presas. Vamos conhecer esses animais marinhos mais perigosos.

Saiba quais os animais marinhos mais perigosos do mundo
Foto: (reprodução/internet)

Arraias

A gente não poderia começar de um jeito diferente, certo? Afinal, a morte de Steve Irwin, conhecido como o Caçador de Crocodilos, em 2006, trouxe essa questão à tona. As arraias são animais marinhos e que possuem um ferrão na cauda, que faz o ataque. 

Saiba quais os animais marinhos mais perigosos do mundo
Foto: (reprodução/internet)

É desse ferrão que saiu no veneno que pode ser mortal para seres humanos e outros predadores. No entanto, considere que as arraias não atacam homens de modo natural, apenas quando se sentem ameaçadas ou invadidas.

ANÚNCIO

Um fato que quase ninguém sabe é que as arraias também podem viver no rio. Ao todo, existem várias dezenas de arraias no mundo e todas são bem parecidas, com ferrão. Quem sofre com o ataque da arraia costuma sentir uma dor aguda e um ferimento no local. 

Cobra marinha

O simples nome de “cobra” já nos traz uma sensação de medo, concorda? Logo, se isso é natural entre os humanos, imagina uma cobra que nada. É mais ou menos esse o conceito. Apesar disso, como as arraias, não atacam os homens sem motivos.

Saiba quais os animais marinhos mais perigosos do mundo
Foto: (reprodução/internet)

O problema é que se sentirem ameaçadas podem aplicar o veneno e matar as pessoas após a mordida. Também chamadas de serpentes do mar, elas se adaptaram a vida aquática tanto que hoje são incapazes de se mover na terra em sua maioria. 

ANÚNCIO

A característica mais comum delas é que as caudas possuem formas de remos e corpos comprimidos nas laterais. Isso dá a impressão de que são como enguias. O que muda é que não possuem guelras como os peixes e por isso precisam sair da água para respirar. 

Tubarão-tigre

Todo mundo sabe que o tubarão é um bicho perigoso. E esse simples fato já faz com que muita gente tente evitar o contato com ele. No entanto, a gente não pode deixar de lembrar da importância disso e o tubarão-tigre é um dos mais assustadores.

Saiba quais os animais marinhos mais perigosos do mundo
Foto: (reprodução/internet)

Conhecido como tubarão-branco, é o maior responsável pelas mortes de humanos. E o que o diferencia da maioria dos outros animais citados aqui é que eles realmente atacam os humanos. Ou seja, não é algo visto como legitima defesa.

ANÚNCIO

Ainda assim, saiba que eles preferem outras comidas e não os humanos, por sorte. Entre elas, focas, aves, golfinhos, etc. É um dos maiores animais do mar, podendo chegar a 18 metros de comprimento e pesando até 1 tonelada. 

Polvo-de-anéis-azuis

Ele é lindo. E quando se sente ameaçado, mais ainda. Esse polvo é encontrado na Austrália e no Japão. O que acontece é que quando se sente atacado, ele começa a piscar os anéis em um azul neon, o que é muito atrativo. É nessa hora que ele ataca, com mordidas.

Saiba quais os animais marinhos mais perigosos do mundo
Foto: (reprodução/internet)

Dessa forma, a mordida pode matar, facilmente, um ser humano. O veneno é 10 mil vezes mais letal que o cianeto e até hoje não existe antídoto contra ele. Para quem é curioso, saiba que a composição do veneno é uma mistura de vários químicos, formando a tetrodoxina. 

É comparado ao veneno do Conus, um tipo de caracol marinho, muito venenoso, que vamos conhecer abaixo. O resultado é que a quantidade de veneno de uma mordedura deste polvo pode matar 20 pessoas ou um búfalo em poucos minutos. Os acidentes com humanos são raros.

Conus

A gente resolveu trazer o Conus aqui, mesmo ele não sendo propriamente um animal e sim um molusco. No entanto, vale a curiosidade justamente pelo fato de que por ser um caracol que se mostra pouco perigoso, ele pode matar muita gente. 

Saiba quais os animais marinhos mais perigosos do mundo
Foto: (reprodução/internet)

De maneira resumida, temos caramujos de conchas cônicas e espiral larga. Então, é uma figura conhecida. O tamanho não costuma passar de 10 centímetros. Os acidentes com humanos causam envenenamento grave e óbito devido a ação neurotóxica das substâncias. 

Natural do oceano pacífico, o molusco se alimenta de peixes e possuem dentes curiosos. Assim, são uma mistura de arpões e agulhas de injeção. Curiosamente, esses arpões podem furar até o neopreno, que é o tecido usado na roupa de mergulhadores. 

Baiacu

De fato, os peixes também podem ser assustadores e até matar. O baiacu é um dos melhores exemplos disso. Inclusive, o grande fato curioso aqui é que uma pessoa não precisa estar perto da água para que o Baiacu a atinja. Como assim? A gente explica.

Saiba quais os animais marinhos mais perigosos do mundo
Foto: (reprodução/internet)

O Baiacu, ou peixe-balão, tem uma neurotoxina (a tetrodotoxina) que é mais forte que o cianureto. Logo, ele pode sugar a água e inchar o corpo, aumentando em até 2 vezes o seu tamanho real. E como é aquela história de que ele não precisa estar perto para matar?

Isso tem acontecido porque muita gente tem sofrido com a ingestão do Baiacu. Assim, é preciso saber preparar muito bem esse peixe. Os cozinheiros devem limpar o animal de modo muito efetivo, retirando todas as partes venenosas. Há casos de mortes no Brasil.

Peixe-pedra

Outro peixe na lista dos mais fatais do mundo é o peixe-pedra. A espécie é muito curiosa e se encontra entre os peixes mais venenosos do mundo. A sua principal característica é o disfarce, já que ele consegue se esconder entre rochas no fundo do mar, daí vem o nome.

Saiba quais os animais marinhos mais perigosos do mundo
Foto: (reprodução/internet)

No entanto, não é um peixe que ataca, porém, quem entrar em contato com ele pode sofrer danos sérios. Inclusive, os humanos. O principal motivo vem do fato de que os espinhos são mecanismos de defesa e podem atacar tubarões e outros predadores. 

O veneno do peixe-pedra causa paralisia temporária e morte. O peixe é muito comum na Nova Zelândia, na Austrália e dá para encontrar até mesmo no Brasil. Ele é muito confundido com pedras ou com corais e isso pode custar muito caro para mergulhadores.

Água-viva

Talvez a mais bonita e mortífera dos mares para os humanos, a água-viva precisar ser mencionada aqui. Ela é uma criatura gelatinosa e mesmo que não se tenha dados oficiais, o que se sabe é que todos os anos muita gente morre por conta dela.

Saiba quais os animais marinhos mais perigosos do mundo
Foto: (reprodução/internet)

Isso acontece por conta do contato com o veneno que está presente nos tentáculos delas. Um bom exemplo vem da água-viva australiana, que tem dezenas de tentáculos, com 15 centímetros de comprimento e toxinas para matar até 60 pessoas. Acredita?

Parece bonitinha, mas é bem perigoso, né. Outro exemplo é a medusa de uma espécie que pode matar uma pessoa em menos de 3 minutos. Quem sofre com o contato com a água-viva costuma ter muita dor de cabeça, nos abdomens, vômitos e paralisias. 

Caravela portuguesa

Muita gente confunde, mas a Caravela portuguesa não é um tipo de água-viva. Na verdade, é uma criatura do mar muito complexa. É uma espécie de colônia, que conta com vários animais e pólipos que não sobrevivem sozinhos. O que poucos sabem é do seu poderoso veneno.

Saiba quais os animais marinhos mais perigosos do mundo
Foto: (reprodução/internet)

Assim, como a água-viva, através dos tentáculos, elas podem injetar o veneno nas presas e causar muitas dores no peito, a dificuldade para respiração e, consequentemente, a morte. Vive em oceanos, como o Atlântico, o Índico e o Pacífico.

O que se tem hoje em dia são os remédios caseiros para tratar os ferimentos. Mas, estudos mais recentes mostram que aplicar calor na ferida é a melhor ideia. Ao que se sabe, os únicos imunes ao veneno são: tartaruga-comum, caracol-violeta e lesma-do-mar-azul.

Anêmonas-do-mar

Elas enganam porque parecem plantas. Só que são animais. Ficam armados com as suas células pungentes de cnidócitos e injetam venenos nas presas. Esse composto é formado por toxinas e neurotoxinas que causam uma explosão celular na vítima. 

Saiba quais os animais marinhos mais perigosos do mundo
Foto: (reprodução/internet)

De modo geral, não costumam atacar seres humanos, apesar de que isso pode acontecer. Inclusive, se acontecer, o fato pode ser fatal. Agora, você já deve ter visto em filmes que o peixe-palhaço (sim, o Nemo) se dá muito bem com as anêmonas, certo?

Isso realmente é verdadeiro e cientifico. O que acontece é que esse peixe tem um tipo de muco protetor que combina com os tentáculos das anêmonas. Então, elas se tornam proteção para os predadores dele. É o que é chamado de inquilismo. 

O que fazer em casos de ataque no mar

No caso de ataques de grandes animais, como do tubarão, a primeira coisa é tentar se salvar. Depois disso, dê um jeito para ir até o hospital mais próximo e o mais rápido. Já nos casos mais comuns, quando há picadas ou queimaduras de outros animais que vimos, a história muda.

A primeira coisa é lavar o local com água corrente. Depois, remover os tentáculos se eles ainda estiverem na pele. E, logo em seguida, ir até um posto de atendimento médico para tomar os devidos cuidados com a saúde, o que pode acontecer de vários modos.