Rapper desiste da sua carreira musical para se dedicar ao resgate de gatinhos abandonados

ANÚNCIO
ANÚNCIO

Em tempos de pandemia e crescentes dificuldades que enfrentamos no dia a dia, pessoas de bom coração aparecem para nos mostrar que o caminho da empatia e do amor ao próximo continua mais em voga do que nunca.

ANÚNCIO

Um bom exemplo disso é o músico e ativista Sterling Davis, um rapper de 40 anos que causou comoção no Instagram recentemente ao decidir abrir mão da carreira musical para se dedicar ao sonho de sua vida: resgatar gatinhos em situação de rua ou em necessidade.

O objetivo de Davis é garantir acompanhamento completo a esses animais, desde a esterilização e os cuidados veterinários à adoção do bichano por parte de um adotante ou família à altura do desafio. O rapper contou que pode retornar à cena musical no futuro, mas que a ‘pausa’ atual é necessária e segue o seu coração. Ele não tem prazo para retomar sua carreira.

A iniciativa busca reduzir a população de felinos sem-teto na cidade de Atlanta, nos Estados Unidos, e talvez não haja voluntário mais dedicado para isso do que Sterling Davis.

ANÚNCIO

Leia também: Cachorrinho poodle engravida cadela rottweiler e ela dá à luz 9 filhotes saudáveis no Maranhão

De acordo com o portal Wapa, certo dia o músico contatou sua banda e disse a eles que “não iria sair em turnê” porque tinha certeza de que se dedicaria por completo ao voluntariado focado na causa felina.

ANÚNCIO

Em seguida, ele fundou a TrapKing Humane Cat Solutions, uma ONG que busca “mudar os estereótipos masculinos no resgate de gatos e preencher a lacuna entre as comunidades negras e as organizações de bem-estar animal predominantemente brancas” .

“Eu vi que o resgate é considerado difícil, tedioso, triste. Se as pessoas podem me ver e eu faço isso parecer a vida de um astro do rock, torna-se divertido, pode ser feito”, disse Sterling Davis ao site Today depois de se tornar bem conhecido no Instagram.

ANÚNCIO

No entanto, com o passar do tempo, todas as economias do rapper haviam se esgotado e ele não tinha como continuar com seu trabalho, mas outra ideia lhe passou pela cabeça: ele vendeu tudo que tinha e se acomodou em um caminhão com a intenção de arrecadar dinheiro novamente e poder pagar pelas operações dos gatos.

Leia também: Cãozinho resgatado com febre alta e infestação de carrapatos se recupera em abrigo e é adotado

A iniciativa foi tão popular no Instagram que a ONG Atlanta Humane Society se comprometeu a pagar por todos os gatos castrados e castrados que ele trouxesse.

“Acho que algo tão simples como o resgate de animais pode ser um exemplo de união e trabalho em equipe para o mundo, então eu quero continuar transmitindo isso”, completou Davis.

Você pode segui-lo no Instagram como outras 57 mil pessoas já fizeram, clicando aqui.