Porquinho escapa de leilão e agora é um animal de estimação ‘atrevido’ que adora carboidratos

Depois de escapar de uma casa de leilões e muito provavelmente de um destino terrível, um porco de Nova York está se adaptando bem ao seu novo estilo de vida luxuoso.

“Ele gosta do que gosta”, disse Erin Insinga, diretora da Sociedade Humana do Vale do Delaware, sobre Myles, o jovem porco descoberto perambulando pelas ruas de Unadilla, Nova York, perto de uma casa de leilões de gado no mês passado.

Hoje em dia, os gostos de Myles, nome dado ao porquinho, incluem passear (ele tem uma coleira), comer iogurte e, como muitas crianças, expressar seu “ódio” pela maioria dos vegetais.

“Ele é muito atrevido”, disse Erin, acrescentando que o animal se adapta quando não pode ter exatamente o que deseja.

“Ele gosta de pizza de cogumelos e adora bolachas. Qualquer coisa com carboidratos, ele ama.”

“As condições climáticas estavam muito, muito frias, úmido e era de noite”, disse Erin, sobre o dia que recebeu a notícia do porco nas ruas. Ela não conseguiu pegar o animal naquela noite, mas sentiu que ia conseguir.

 

Cinco dias depois, e com a ajuda de voluntários da comunidade, Myles foi capturado e levado ao abrigo de animais. A casa de leilões solicitou o pagamento do porco, que acabou por ser apenas US $ 10. Erin pagou a taxa, observando que não queria que ela, o abrigo ou os voluntários tivessem problemas.

Leia Também: Bezerro que entrou em casa durante tempestade é adotado como animal de estimação

Não se sabe como Myles escapou, mas a mulher disse que a etiqueta que estava em seu ouvido deixou claro que ele estava indo para um leilão e, muito provavelmente, seria abatido para o consume de sua carne, já que é por isso que as pessoas normalmente compram um porco.

Mas agora isso está fora de questão, e Myles está se acostumando a viver sua nova vida agitada!

“Ele prosperou conosco”, disse a diretora do abrigo. “Todos os dias ele se tornava cada vez mais receptivo ao amor e à afeição das pessoas e ao seu treinamento”, ela também acrescentou que o porco, agora com 60 quilos, aprendeu a sentar, girar e andar entre as pernas do treinador.

 

Como Myles, que tem cerca de 5 meses de idade ficará com 360 kg em média, era importante para o abrigo encontrar um adotante que pudesse acomodar suas necessidades à medida que o porco crescesse. E, recentemente, a instituição que geralmente lida apenas com cães e gatos, anunciou que havia encontrado uma casa para ele!

“Uma maravilhosa mulher, que tem uma fazenda muito pequena apenas por diversão, em Vermont, queria ter um porco de estimação, então parecia a oportunidade perfeita”, disse Erin.

“Eu respeito as decisões de cada um, mas espero que a história desse porquinho ajude as pessoas a serem “mais conscientes” sobre suas escolhas alimentares”, a diretora do abrigo concluiu. “Que sua personalidade e história incentivem outras pessoas a verem esses tipo de animais como algo além do que apenas “um objeto de consumo”.”

Leia Também: Camboja põe fim a turismo animal que permitia abuso de elefantes: ‘Justiça sendo feita’


Gostou da matéria? Compartilhe este artigo. Isso nos ajuda a espalhar bons conteúdos nas redes sociais. Obrigado!

Fotógrafo vê um manta rosa raro pelo visor de sua câmera de mergulho
Criança sem pés ganha filhote sem pata: “Esse é meu filhote, ele é igual a mim”
Cachorrinho que não consegue andar se torna amigo de pomba que não consegue voar
Policiais ficam surpresos ao socorrer filhotes de urso abandonados em caixa de papelão
Soldada se reencontra com sua sua cachorrinha depois de 2 anos: ‘Ficou com medo’
Cadelinha que fez de tudo para proteger seus filhotes é resgatada com seus bebês
Cãozinho rebelde ‘foge’ de casa, mas comicamente se arrepende: ‘Tocou a campainha para voltar’
A cadela mais preguiçosa do mundo: ‘Ela só tem uma paixão, não fazer nada’
Gatinho engana a todos ao fazer sua família pensar que não gosta da filha recém-nascida
Gatinha danada ataca sorrateiramente a orelha de seu irmão, mas recebe contra ataque canino
Gatinha persegue cão que interrompeu seu momento de amor com seu amigo
Livraria no Canadá tem gatinhos circulando livremente em seu espaço: ‘Eles são adotados aqui’