ANÚNCIO

Cerca de 700 gatinhos foram roubados e estavam prontos para serem mortos e servidos como comida em uma cidade no interior da China. As imagens são fortes e os mostram em péssimas condições.

Por sorte, a polícia local ficou sabendo do caso e rapidamente agiu, conseguindo recuperá-los. No momento, eles estão com um grupo local de resgate de animais.

ANÚNCIO

Gatos para consumo

O vídeo foi feito pela senhora Li, defensora da causa animal, que rapidamente o publicou nas redes sociais.

Ela contou ao portal Daily Mail que os animais foram trazidos de diferentes lugares e estavam esperando para serem transportados para seus diferentes destinos.

ANÚNCIO

Felinos resgatados

“Tem centenas de gatos aqui, centenas! Eles estão esperando para serem servidos de comida, você tem que ajudá-los.”, diz a Sra. Li no vídeo.

Felino alimentado

ANÚNCIO

Leia tambémCachorrinho acorrentado em poste durante noite fria é resgatado e adotado por dono amoroso

O grupo de resgate local Linfen Small Animal Rescue chegou rapidamente ao local assim que tomou ciência da história da Sra. Li.

Os voluntários disseram que havia mais de 700 gatos a serem resgatados ao todo. Lamentável imaginar que eles perderiam a vida para o comércio ilegal de carne…

Gatos transferidos

“Mudamos praticamente todos eles, colocamos em gaiolas para animais de estimação, estamos dando comida e água. Os veterinários estão verificando se há gatos doentes ou feridos.”, disse um porta-voz do grupo de resgate.

Soube-se que após a intervenção dos animais, a polícia de Linfen foi ao local para saber mais sobre o incidente. As autoridades estão investigando o assunto mais detalhadamente, para estabelecer responsabilidades pelos eventos e localizar os traficantes para processo.

Leia também: Policiais autuam mulher que mantinha cachorra amarrada a fio de arame sem água ou comida há dias

A notícia chega no momento em que a China intensifica seus esforços para proteger os animais, especialmente os selvagens, após o surto do novo coronavírus.

Gatos salvos

De acordo com especialistas, especialmente infectologistas, a Covid-19 coronavírus atingiu os humanos através de animais selvagens que eram vendidos como comida em um mercado úmido em Wuhan.

Por esta razão, o regime chinês bloqueou todo o comércio e consumo de animais selvagens, por meio de uma lei temporária, em resposta à crise de saúde global. Além disso, duas cidades chinesas proibiram seus residentes de consumir carne de cachorro e gato, por meio de uma legislação local aprovada por unanimidade. Apesar dos esforços da China para conter esse tipo de comércio, é evidente que essas práticas ainda são comuns no país.

Você pode gostar: