Noites frias motivam cidadão chileno a construir casinhas térmicas para cães de rua

As noites do Chile são surpreendentemente frias… até no verão.

Sensibilizado pela situação dos cães de rua da capital chilena, Santiago, um cidadão anônimo decidiu construir uma série de casinhas térmicas para os pequenos se abrigarem e não sentirem frio.

As casinhas improvisadas foram construídas com papelão, sacos plásticos, fita isolante e caixinhas de Tetra Pak.

Leia também:

As caixinhas de Tetra Pak são feitas de polietileno, papelão e alumínio. Em conjunto, atuam como um isolante térmico, mantendo a temperatura do interior do abrigo em amenos 20 a 22°C.

Os sacos plásticos isolam o abrigo da água, caso chova. Assim, os cães permanecem em segurança tanto nas noites frias, como nos dias chuvosos, tendo um lugarzinho quente e seco para se abrigarem.

As casinhas também contam com almofadas e cobertores, para dar aquele aconchego extra. Simples, fácil de fazer e os cães agradecem!

Leia também:


Gostou da matéria? Compartilhe este artigo. Isso nos ajuda a espalhar bons conteúdos nas redes sociais. Obrigado!

Fotógrafo vê um manta rosa raro pelo visor de sua câmera de mergulho
Criança sem pés ganha filhote sem pata: “Esse é meu filhote, ele é igual a mim”
Cachorrinho que não consegue andar se torna amigo de pomba que não consegue voar
Policiais ficam surpresos ao socorrer filhotes de urso abandonados em caixa de papelão
Soldada se reencontra com sua sua cachorrinha depois de 2 anos: ‘Ficou com medo’
Cadelinha que fez de tudo para proteger seus filhotes é resgatada com seus bebês
Cãozinho rebelde ‘foge’ de casa, mas comicamente se arrepende: ‘Tocou a campainha para voltar’
A cadela mais preguiçosa do mundo: ‘Ela só tem uma paixão, não fazer nada’
Gatinho engana a todos ao fazer sua família pensar que não gosta da filha recém-nascida
Gatinha danada ataca sorrateiramente a orelha de seu irmão, mas recebe contra ataque canino
Gatinha persegue cão que interrompeu seu momento de amor com seu amigo
Livraria no Canadá tem gatinhos circulando livremente em seu espaço: ‘Eles são adotados aqui’