ANÚNCIO

Virginia Ruiz depois de entrar na arena, foi travada pela multidão, que a empurrou e insultou até à chegada da polícia. Mais tarde, acabou homenageada pela PETA.

Tudo aconteceu durante uma tourada na praça Malagueta, em Málaga, Espanha, onde Virginia Ruiz, de 38 anos, invadiu a arena de touros para abraçar e “consolar um touro em agonia”. Após a sua acção, a activista pelos direitos dos animais afirma que nada do que fez foi premeditado.

ANÚNCIO

Ruiz tinha ido apenas com o objectivo de filmar a crueldade que se comete nas arenas contra os animais, mas ao ver o touro em sofrimento invadiu a arena de forma impulsiva e instintiva. “Estava triste por ver as pessoas a aplaudir um animal em agonia”, contou ao jornal “El País”.”Não pude evitar. Saltei completamente sem pensar.” Só depois acabaria por perceber onde se tinha metido. A sua atitude seria travada pela multidão, que a empurrou e insultou até à chegada da polícia.

O gesto já lhe valeu um agradecimento por parte da organização internacional de defesa dos animais PETA, que a nomeou como sócia honorária e lhe ofereceu o título de “Herói dos Animais”. “Estou muito emocionada. Não é algo que mereça só eu, mas sim todos os anti-tourada. Este prémio é, sobretudo, para todos os que já se lançaram à arena antes de mim”.

ANÚNCIO
Você pode gostar: