ANÚNCIO

Uma situação revoltante e profundamente lamentável aconteceu no último Natal com a norte-americana Mónica López. Seu cachorrinho, Dada, desapareceu de sua casa uma semana antes da data festiva.

Eventualmente, ele foi capturado pelo Escritório de Controle Animal dos Estados Unidos em Champaign County, no estado de Illinois, na véspera de Natal.

ANÚNCIO

O canil tinha autorização legal para sacrificar animais considerados ‘indesejados’ – e Dada foi um deles.

Leia também: Cachorrinha inocente é internada após ter focinho atingido por fogos de artifício

ANÚNCIO

De acordo com o Escritório, os donos de Dada não foram identificados e assim, tachado de ‘animal de rua indesejado’, o cachorro foi expressamente sacrificado, sem qualquer ciência de sua mãe.

Dias depois, Mónica descobriu a tragédia e ficou inconsolável.

ANÚNCIO

Ela tinha sido informada que o cachorro estava no canil e estava esperançosa de que pudesse reencontrar Dada. Ao chegar lá, descobriu que o cachorrinho fora submetido a uma eutanásia.

Na véspera do Ano Novo, o Escritório de Controle Animal emitiu uma nota dizendo que, na verdade, o cachorrinho foi sacrificado ‘por engano’, causando ainda mais indignação em Mónica e na comunidade de Champaign County.

“Felizmente, erros desse tipo são raros. Embora os feriados e as férias da equipe tenham tornado essa circunstância única, etapas adicionais foram implementadas nos procedimentos de controle de animais para evitar lacunas semelhantes na comunicação no futuro”, disse um porta-voz do Escritório, tentando amenizar explicar a falha grotesca.

Agora, são centenas as ligações e e-mails de pessoas indignadas com a equipe do Escritório, mesmo de lugares tão distantes quanto o Canadá, desde que o caso foi publicado nas redes sociais. Muitos afirmam estar muito abatidos com a situação.

“Eu pediria aos membros do canil que estão fazendo isso que parem. A equipe do Animal Control está profundamente chocada com esse erro e ofereceu suas sinceras condolências a esta família pela perda de seu animal de estimação. O cão será cremado e as cinzas devolvidas ao seu zelador”, disse um funcionário do canil.

Mônica está grávida. Apesar da imensa dor que a oprime pela absurda perda de Dada, está levando tudo com calma, para não se estressar e colocar em risco seu futuro bebê. Ele sabe que, de uma forma ou de outra, seu cão obterá justiça, embora nada o faça voltar para seus braços. Lamentável, né?

Saiba mais assistindo ao vídeo abaixo:

Leia também: Golden retriever carente ensina o pai como fazer carinho nele do melhor jeito possível


Gostou da matéria? Compartilhe este artigo. Isso nos ajuda a espalhar bons conteúdos nas redes sociais. Obrigado!

Você pode gostar: