Desde que se entende por gente, Maddie Fang ama gatos – tanto que cria mais de 100 bichanos em sua casa.

Por meio das redes sociais, ela compartilha seu dia a dia ao lado deles, mostrando como é cuidar de tantos pets ao mesmo tempo, sempre com a ajuda de seu cãozinho, Leo, que é surpreendentemente solícito com todos os gatinhos.

Leo é um cão idoso de quase dez anos adotado ainda filhote no abrigo da Westside German Shepherd Rescue. Leo é super dócil e sempre teve um comportamento bastante calmo. Sua natureza gentil deu a Maddie a confiança de que ele ficaria bem com gatinhos adotivos por perto.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por fangsfosters (@fangsfosters)

Leia também: Jovem faz última homenagem ao seu cachorrinho, que faleceu aos 16 anos: ‘Meu guerreiro’

Quando Maddie trouxe seu primeiro filhote de gato para casa, ela já esperava que Leo fosse gente boa com o gatinho, mas ficou agradavelmente surpresa ao descobrir que ele queria realmente mantê-lo por perto e cuidar dele. Essa boa vontade tem se estendido a todos os outros bichanos que chegam todos os meses na casa de Maddie.

Em 2017, Maddie começou a trabalhar no Abrigo de Animais do Condado de Ventura. Seu primeiro gatinho temporariamente adotada precisava ganhar peso. Essa tarefa seria mais simples se feita na casa da socorrista ao invés das dependências do abrigo.

A vida em um abrigo pode ser estressante para os animais, tornando difícil para eles se manterem saudáveis. Ficar em um lar temporário pode fazer toda a diferença, permitindo que eles relaxem, fiquem saudáveis ​​e estejam prontos para uma família definitiva.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por fangsfosters (@fangsfosters)

Maddie achou a experiência extremamente gratificante, então ela continuou! Mais e mais gatinhos continuavam chegando. Eventualmente, ela criou uma gata grávida, que deu à luz sua ninhada na casa dela. Assistir a mãe gata cuidar dos gatinhos recém-nascidos foi uma experiência educacional e impactante para Maddie.

Isso deu a ela a confiança para acolher gatinhos mais desafiadores. Ela acolheu três felinos recém-nascidos que ainda tinham seus cordões umbilicais presos. Esses novos bebês requeriam cuidados 24 horas por dia, com mamadeiras a cada duas horas. Isso deixou Maddie com os olhos um pouco turvos, mas sempre atentos!

Ela tem paixão pela profissão e está muito contente por ajudar tantos animais ao mesmo tempo. por ver os alimentadores de mamadeira florescer e crescer e os considera extremamente amorosos e gratos.

Leia também: Homem carrega seu cachorro nas costas para salvá-lo de inundação na Tailândia

Compartilhe o post com seus amigos! 😉