Solidariedade é uma virtude que transcende classes sociais e até espécies.

No início deste mês, um morador de rua foi fotografado tirando a única jaqueta que tinha para cobrir o seu cachorro, que estava tremendo de frio em uma rua do centro de São Paulo (SP).

A cena foi flagrada pelo empresário Gabriel Pego que, comovido com a situação, resolveu conversar com o morador de rua.

Durante o papo, Gabriel descobriu que o homem se chama Sebastião, tem 57 anos de idade e está desabrigado há seis, sem ter para onde ir. Sebastião foi casado por mais de duas décadas, mas acabou se separando. O divórcio o fez entrar em depressão e mergulhar no alcoolismo.

Desempregado e desiludido, o homem foi morar nas ruas. Há alguns meses, acabou encontrando ‘Negão’, um cachorrinho que virou seu fiel companheiro das noites frias da cidade. Desde que ele virou seu amigo, eles não se separam por nada.

Leia também: Homem salva filhote de pit bull que era utilizado como ‘isca’ de rinha de cães ilegal nos EUA

Quando ainda era casad0, Sebastião trabalhava como camelô, profissão que exercia desde criança, época em que largou a escola. Ele tem um filho que também mora em São Paulo, mas evita manter contato.

Sensibilizado com a história de vida do morador de rua, Gabriel Pego decidiu criar uma campanha de financiamento coletivo (vaquinha) para arrecadar dinheiro visando ajudar Sebastião a vencer seu vício em álcool e a depressão, além de retirá-lo das ruas.

A vaquinha virtual foi um sucesso, arrecadando mais de R$ 11,6 mil em questão de dias.

Agora, Sebastião e Negão ganharam a oportunidade extraordinária de recomeçar a vida juntos. “Não fui eu que adotou ele, foi ele que me adotou”, disse o senhor.

Saiba mais assistindo ao vídeo abaixo:

Leia também: Cadela ‘chora’ ao descobrir que seu dono está indo embora de casa e vai deixá-la para trás

Compartilhe o post com seus amigos! 😉