Um menino de apenas 7 anos foi alçado à herói na província de Santa Fé, na Argentina, graças à sua bravura ao salvar um cachorro de rua que estava sendo vítima de violência por parte de um grupo de crianças.

O pequeno Nicolás vive no bairro Las Heras, zona sul de Rosário (Santa Fé). Ele conta, apavorado, como viu 4 crianças mais velhas, com idades entre 8 e 12 anos, maltratando o animal e tentando matá-lo.

Perplexo com a cena, ele saiu gritando em direção ao grupo, afugentando as crianças com a ajuda da mãe, Gisela. “Eles estavam dispostos a matá-lo! Se Nicolás não tivesse intervindo, eles o matariam”, disse a mãe.

Com esse gesto nobre, Nico se tornou um herói depois que sua história se tornou viral na internet. “Eu saí de bicicleta e vi que eles chutaram o cachorro, queriam afogá-lo jogando-o na vala”, disse o menino.

Leia também: Gatinho com doença rara supera adversidades do nascimento e é adotado por família amorosa

Assim que as crianças malvadas correram, Nico e sua mãe levaram o cachorrinho para casa, deram-lhe banho e proveram-lhe todos os cuidados necessários. Após isso, o menino teve uma iniciativa ainda mais nobre: perguntou à mãe se podia levar o cachorrinho ao veterinário, e que ele ele pagaria a conta com suas próprias economias.

A mãe, comovida, não pôde deixar de aceitar a proposta e, em entrevista à imprensa local, disse que a atitude do filho não a surpreendeu, pois ele tem um coração de ouro e desde muito jovem tem sido um entusiasta dos animais.

Nicolás, por sua vez, está feliz por ter ajudado o doguinho, a quem batizou de Esteban. No entanto, lágrimas de dor às vezes escorrem por seu rosto, sempre que se lembra da crueldade da qual o salvou.

Embora Esteban já estivesse muito confortável na casa de Nico, a mãe sabia que eles não poderiam ficar com o pequeno porque já tinham outros animais de estimação. Foi quando ele pediu a um primo que trabalha com a causa animal para publicar a história online de modo a  encontrar um lar seguro para o cachorro.

Não demorou muito para potenciais famílias adotantes surgirem e se oferecerem para levar o cachorro pra casa.

No entanto, apesar das boas notícias, Gisela mais tarde confessou que o carinho do cachorro pelo filho era tal que todos os dias ele esperava pelo menino depois da escola. Então, eles tomaram a decisão de ficar com o doguinho para sempre!

Saiba mais assistindo ao vídeo abaixo:

Leia também: Quarteto de gatinhos resgatados permanecem unidos em abrigo e aguardam serem adotados

Compartilhe o post com seus amigos! 😉