Mamífero fofinho é visto na natureza 30 anos após ser declarado virtualmente extinto

Um animal parecido com um cervo, mas do tamanho de um coelho andou pelo chão da floresta no sul do Vietnã e causou bastante comoção.

Esta espécie se chama Chevrotain, também conhecido como veado-vietnamita. Eles estavam “perdido para a ciência desde 1990”, de acordo com um comunicado divulgado pela “Conservação Global da Vida Selvagem” (CGVD). Pela primeira vez em 30 anos, foram capturadas imagens dessa raça.

O Chevrotain é o menor mamífero com casco do mundo, um ungulado, normalmente pesando menos de 5 kg. São animais tímidos e solitários que preferem se esconder durante o dia.

Esta espécie em particular é conhecida por seu pêlo cinza manchado, que as diferencia das outras nove espécies conhecidas de chevrotain. Detectar essas criaturas na natureza é uma grande vitória para os pesquisadores, que montaram armadilhas fotográficas em 2017 depois de de moradores e guardas florestais reportarem.

Leia Também: Cachorro salva pequeno cervo de afogamento e vídeo viraliza

“Não tínhamos ideia do que esperar, então fiquei surpreso e feliz quando verificamos as fotografias e vimos a de um Chevrotain com flancos de prata”, disse An Nguyen, cientista associada da CGVD e líder da equipe de expedição.

“Por tanto tempo, aparentemente, essa espécie existiu apenas como parte de nossa imaginação”, acrescentou ela. “Descobrir que ainda está lá fora, é o primeiro passo para garantir que não a percamos novamente, e estamos movendo rapidamente agora para descobrir a melhor forma de protegê-los.”

Não se sabe muito sobre esses animais, nem mesmo que ameaças eles enfrentam. No entanto, a caça indiscriminada feita com armadilhas é uma prática comum nas florestas costeiras do Vietnã.

“Encontra-lo é o primeiro passo para proteger sua espécie”, disse Andrew Tilker, oficial de espécies asiáticas da “CGVD”.

“A espécie reside em uma área que se sabe estar sob imensa pressão”, disse Tilker. “Com essa ameaça abrangente em mente, sentimos que era importante tentar avaliar as necessidades de conservação. Meus colegas e eu temíamos que, caso contrário, pudessem cair em extinção silenciosa”.

“Agora que confirmamos a existência de pelo menos uma comunidade, o verdadeiro trabalho de conservação pode começar”, acrescentou.

Tilker também espera que, ao trabalhar com as comunidades locais, mais “espécies perdidas”, como os chevrotain, sejam redescobertas em breve.

“Espero que, dentro de um ano, várias outras espécies da lista dos 25 mais procurados da “CGCD” não sejam mais consideradas perdidas”, disse Tilker.

Leia Também: Cachorro foge de casa para brincar e fazer amizade com um cervo selvagem


Gostou da matéria? Compartilhe este artigo. Isso nos ajuda a espalhar bons conteúdos nas redes sociais. Obrigado!

Todos os dias, filhote de cervo espera cachorro na floresta para brincarem juntos
Esquilo ‘mafioso’ negocia nozes com vendedor em troca de sua ‘proteção’
Cachorrinha foge de casa para dar um ‘rolê’ com cervo na floresta
Baleia é encontrada morta em praia com mais de 100 kg de plástico em seu estômago
Pit bull recebe linda serenata do seu pai: ‘Ela estava adorando cada minuto’
Todos os dias, filhote de cervo espera cachorro na floresta para brincarem juntos
Cadelinha cuida de um galho por 5 anos como se ele fosse seu próprio filho
Cachorrinha recebe mais de 30 pedidos de adoção após salvar 5 gatinhos do frio
Cachorrinha recebe mais de 30 pedidos de adoção após salvar 5 gatinhos do frio
Voluntário transforma caixas térmicas descartadas em casinhas para gatos de rua
Caminhoneiro chora ao rever seu gato, após 2 meses separados: ‘Foi um milagre de Natal’
Menina não consegue sustentar gata e é forçada a deixá-la na rua com bilhete: ‘Adeus, Violet’