Mais de 100 pessoas aparecem em abrigo para confortar cachorros durante fogos de artifício

ANÚNCIO
ANÚNCIO

Enquanto milhões de pessoas nos Estados Unidos assistiam aos fogos de artifício no dia 4 de Julho, alguns moradores de uma cidade do Arizona preferiram um lugar completamente diferente: um abrigo de animais.

ANÚNCIO

O Maricopa County Animal Care and control está bem familiarizado com o estresse que os fogos de artifício causam nos animais, então José Santiago, como oficial de informação pública, foi encarregue de fazer um pedido especial para que quem quisessem, poderia os seus dois abrigos locais na quarta-feira, durante o período de fogos.

Seu objetivo? Garantir que os cães tivessem companhia durante as celebrações barulhentas – e muitas vezes assustadoras – marcadas para aquela noite.

ANÚNCIO

“Os abrigos podem ser um lugar muito estressante para os animais”, disse Santiago. “Então, adicionando ainda os barulhos dos fogos de artifício explodindo, deixa os animais ainda mais ansiosos. Então perguntamos a nós mesmos: “O que poderemos nós fazer para tornar esta noite tão tranquila quanto possível para eles?”

A comunidade estava mais do que pronta para ajudar. Mais de 100 pessoas apareceram nos dois abrigos do condado. Crianças lêem seus livros favoritos aos cachorros, enquanto outras pessoas trazem guitarras ou cavaquinhos na mão para tocar uma música calma aos animais.

ANÚNCIO

Alguns visitantes simplesmente ofereceram a sua bondade e presença por algumas horas – e isso fez toda a diferença.

“Poderíamos ver que, à medida que as pessoas ia conversando com eles [cachorros] e acariciavam seus pelos, seus olhos iam ficando cada vez mais pesados”, disse Santiago. “Muitos se deitavam bem junto à porta de suas jaulas e adormeciam. Isso diz muito sobre a importância de um bondoso e genuíno toque humano para com esses animais.”

ANÚNCIO

Enquanto o abrigo em dias normais permite que voluntários andem e brinquem com os cães, a equipe percebeu que suas jaulas seriam os locais mais indicados e que trariam mais segurança para os cães naquela noite. Fogos de artifício podem, muitas vezes, desencadear uma resposta em cadeia nos cachorros, por isso, após as 19:00, cada um deles foi acomodado no seu espaço.

“Nós também tivemos voluntários andando por aí pulverizando um pouco de óleo de lavanda [que promove o relaxamento] e tocamos música clássica pelos alto-falantes”, disse Santiago. “Todas essas coisas, em combinação com os voluntários, realmente fizeram toda a diferença.”

Enquanto Santiago admite que o evento “Calming Canines” foi algo experimental, não há dúvida de que o abrigo o irá aplicar no próximo 4 de Julho e na véspera de Ano Novo.

Além de ajudar os cachorros a se sentirem mais confortáveis, Santiago espera que o evento também ajude alguns deles a encontrarem as suas novas famílias para sempre.

Ele também procurou enfatizar a importância do microchip para donos de animais, em caso de fuga do animal devido ao medo dos fogos de artifício. Infelizmente, o abrigo já recebeu muitos telefonemas de famílias frenéticas que tentavam se reunir com seus cães perdidos, após fugirem na noite de quarta-feira.

“Estamos muito gratos à comunidade por toda a ajuda”, disse Santiago. “Eles provaram que, quando realmente precisamos, eles não hesitam em ajudar. Estamos esperançosos de que todos aqueles que apareceram, tenham ficado incentivados a se voluntariar ao longo do ano e tenham ficado com vontade de adotar.”


Gostou da matéria? Compartilhe este artigo. Isso nos ajuda a espalhar bons conteúdos nas redes sociais. Obrigado

Tradução Portal do Animal – Fonte: The Dodo