Leão fica ao lado de sua companheira com doença terminal até o fim de seus dias

ANÚNCIO
ANÚNCIO

Os leões Leo e Muñeca se conheceram há quase dez anos, em um circo no Peru, onde eram considerados as ‘atrações principais’.

ANÚNCIO

Vítimas de maus-tratos, a dupla – que mais tarde viria a se tornar um casal – foi resgatada em 2014 por ativistas da ONG Animal Defenders International (ADI).

Eles chegaram a ser separados durante o resgate, pois o circo não quis colaborar com as autoridades, mas em poucos dias estavam juntos de novo – agora, em um santuário animal.

ANÚNCIO

Leia tambémMulher encontra seu cachorro ‘perdido’ abraçado com um estranho no parque [VIDEO]

“Leo e seus filhos, Chino, Coco e Rolex, foram removidos com sucesso durante um ataque no primeiro dia da missão em agosto de 2014, mas o circo bloqueou a apreensão no meio e depois se escondeu”, disse Jan Creamer, presidente da ADI, à imprensa.

“A ADI os alcançou seis meses depois e a mais de 600 milhas de distância, salvando Muñeca e suas filhas, África e Kiara… Eles estavam quase sempre juntos, explorando seu habitat de 4 acres e descansando juntos sob as árvores.”

ANÚNCIO

Em agosto deste ano, Muñeca ficou doente de maneira súbita – e Leo logo se tornou ainda mais protetor com ela do que já era.

“Leo sempre cuidou de Muñeca, mas quando ela ficou doente, ele percebeu claramente que algo estava errado”, disse Creamer. “Ele foi visto tentando encorajá-la a comer sua comida e pareceu consolá-la.”

ANÚNCIO

Nos piores dias, Leo cuidou de Muñeca e sempre a abraçava para tentar ajudá-la a se sentir melhor. Era nestes pequenos momentos em que ficava claro o quanto o casal se amava, um belíssimo exemplo de como os leões sabem – e podem – expressar seu amor.

“Vimos a proximidade entre os companheiros leões e os laços que eles compartilham em muitas ocasiões”, disse Creamer.

A comunidade científica já documentou de maneira fática que os leões se abraçam para fortalecer seus laços sociais. Nesse sentido, Leo e Muñeca foram pegos abraçados muitas e muitas vezes ao longo dos anos em que estiveram juntos.

Infelizmente, Muñeca faleceu em setembro com 19 anos de idade. Leo ficou ao seu lado até o fim, e ela deixou este mundo sabendo exatamente o quanto era amada por ele.

De lá pra cá, os cuidados do santuário seguem de olho em Leo enquanto ele lamenta a perda de sua amada Muñeca.

Todos os dias, ele recebe guloseimas extras e atenção para ajudá-lo a lidar com dor do luto. Mesmo que perder Muñeca tenha sido de partir o coração, ver a maneira como Leo cuidou dela foi um momento tão bonito que todos ao seu redor se lembrarão por muito, muito tempo.

Leia tambémIncêndio destrói abrigo que mantinha 120 cães resgatados do comércio de carne na Coreia do Sul

Compartilhe o post com seus amigos! 😉