Jovem viaja de fusca pela América do Sul e leva seu cachorro junto

ANÚNCIO
ANÚNCIO

Jesse Koz, catarinense de 25 anos, tem uma alma para lá de aventureira. Cansado da rotina estressante que tinha como estudante de Educação Física e vendedor de loja em Balneário Camboriú, Santa Catarina, ele decidiu ter uma vida bem diferente.

ANÚNCIO

O jovem largou emprego e faculdade, vendeu algumas coisas que tinha, melhorou o fusca 1978 e, no dia 6 de maio de 2017, colocou o pé na estrada. Porém, ele não partiu para essa aventura sozinho. Jesse levou com ele o cachorro chamado “Shurastey”.

ANÚNCIO

Em relação à companhia escolhida para dividir esse momento e essa grande viagem, Jesse disse que o cão é muito amigo e que não reclama. “Cachorro é a melhor companhia: ele não fala, para ele está tudo bem, não me xinga. Ele é muito amigo”, disse em tom de brincadeira.

A intenção da dupla, que já passou por Rio Grande do Sul, Uruguai, Argentina, Chile, Paraguai, Foz do Iguaçu, Minas Gerais e São Paulo, é viajar pela América Latina por tempo indeterminado, mas o objetivo principal é chegar ao Alasca.

ANÚNCIO

“Estamos rumo ao Alasca, mas isso não significa que a viagem termina lá. Isso é mais um objetivo de muitos que eu tenho. A viagem só termina quando eu ‘cansar’ de viajar, assim como eu cansei de trabalhar para os outros”, conta Jesse.

O jovem disse que, além dos lugares novos, uma das melhores partes dessa aventura são as pessoas que está conhecendo e as novas amizades que estão surgindo. “O melhor disso tudo, sem dúvida alguma, é que durante os trajetos eu fiz muitos amigos e vi muitas paisagens”, afirma ele.

ANÚNCIO

Jesse mostra a sua aventura nas redes sociais Facebook e Instagram em páginas que levam o mesmo nome do seu projeto, “Shurastey or Shuraigow?”, que foi inspirado na música “Should I Stay or Should I Go” (que em português significa devo ficar ou devo ir) da banda The Clash.

Para manter o carro na estrada, Jesse e o cachorro Shurastey contam com o apoio de quatro entidades e com a ajuda que recebem dos novos amigos que vão fazendo pelo caminho. Além disso, o jovem vende souvenirs com estampas dos lugares por onde já passou.


Gostou da matéria? Compartilhe este artigo. Isso nos ajuda a espalhar bons conteúdos nas redes sociais. Obrigado


Fonte: G1