ANÚNCIO

Há cerca de dois meses, um rapaz estava passando por uma loja de pneus em Commerce City, no Colorado (EUA), quando ouviu pequenos e ínfimos gemidos advindos de um caminhão estacionado à porta do estabelecimento.

Curioso, ele se aproximou do veículo e ficou surpreso ao encontrar uma gatinha recém-nascida aparentemente abandonada por ali. Fazia muito frio naquela noite, e a filhote estava tremendo muito.

ANÚNCIO

Leia também: Crocodilo estava em tanque sendo alimentado por cuidador e decide saltar para fora do tanque

Sensibilizado com a situação da pequena, ele decidiu retirá-la dali. O problema era que as perninhas dela haviam literalmente grudado na parte metálica da roda, impedindo-a de sair.

ANÚNCIO

“O primeiro passo foi descobrir como libertar as pernas e a cauda da gatinha sem causar-lhe dor e sofrimento adicionais”, disse o rapaz, que não teve o nome identificado, ao portal Love Meow.

Ele resolveu aplicar água morna na cauda e pernas da filhote até que eles se separassem lentamente da superfície de metal. Após 30 minutos de tensão, a ideia foi frutífera e a gatinha estava livre finalmente.

ANÚNCIO

Nesse momento, o bom samaritano enrolou a gatinha em um cobertor e levou-a até a Liga dos Amigos dos Animais, no Colorado, para que ela recebesse os cuidados médicos necessários.

Contra todas as probabilidades, a gatinha superou a terrível e difícil experiência e acalmou-se ao ter certeza de que estava em boas mãos.

“Após alguns exames, a equipe descobriu que ele tinha um inchaço e dor nas patas dianteiras, especialmente na perna esquerda”, disse um porta-voz do abrigo. Depois de ser tratada com analgésicos, ela se sentiu muito melhor e acomodou-se com um voluntário da organização para um cuidado amoroso.

A equipe veterinária continuou a monitorar seu progresso de perto até que ela estivesse pronta para ir para um lar adotivo para continuar sua recuperação. O rapaz que a ajudou permaneceu por perto durante todo esse tempo.

“É improvável que a gatinha tivesse sobrevivido sem a intervenção do compassivo estranho”, disse a ONG.

Nos dias seguintes no lar adotivo, a pequena melhorou substancialmente. Quando chegou a hora de encontrar um lar para a adorável gatinha, o centro de resgate soube que alguém estava esperando por sua recuperação completa. O homem que a resgatou queria realizar seu sonho de ter uma família.

Dito e feito: o bom samaritano a adotou após semanas esperando por sua plena recuperação. A doce gatinha não terá que se preocupar em passar mais um dia na rua, e agora ela está apenas curtindo sua nova vida amorosa e confortável.

Leia também: Gatinho bebê órfão ganha ursinho de pelúcia em abrigo de gatos e agora não larga mais dele

Compartilhe o post com seus amigos! 😉

Você pode gostar: