Jovem de férias vê cachorrinho esfomeado e cancela tudo para o salvar

Quando Elliot Sherin, de 17 anos, decidiu fazer um cruzeiro pela Jamaica em Dezembro passado, jamais esperou vir a salvar uma vida.

Sherin e seu pai estar prestes a andar a cavalo em uma praia num dos dias da viagem, quando chegaram ao rancho e seus olhos se concentraram em um bando de cães abandonados que vagueavam por lá.

Atrás deles estava um cachorrinho, que nada tinha além de ossos e estava coberto de sujeira. Suas patas dianteiras estavam ‘bambas’ e voltadas para dentro. Ele não teria mais de 3 meses de idade.

Elliot lhe deu o nome de Kingston.

“O resto dos cães correu até nós à procura de comida”, disse Sherin. “Mas o pequenino estava com muito medo. Ele não nos deixaria chegar perto dele. Tudo o que eu pensava naquele momento era: “Como vou eu tirá-lo daqui?”

Ela deixou comida ao cachorro e correu de volta para o cruzeiro para fazer alguma pesquisa. Após algum tempo encontrou o Animal House Jamaica e contatou o grupo de imediato para ver se havia algo que eles podessem fazer para ajudá-la a salvar Kingston.

“Naquele momento, eu estava completamente decidida a resgatar esse cachorro e o levar para casa comigo”, disse Sherin. “Eu não conseguia parar de olhar para a foto que eu tinha tirado dele. Era bem visível que ele era apenas um doce cachorro com muito medo. Enquanto isso, tinha minha família dizendo: “Sim sim, isso é impossível”.

Felizmente, o abrigo respondeu a Sherin de forma afirmativa e que iriam ajudar se ela conseguisse de alguma forma levar o cachorro até ao abrigo. Desde que Sherin se comprometesse a ajudar a cobrir os custos dos cuidados veterinários e do seu vôo para casa, eles iriam tratar da sua recuperação para que ele ficasse saudável o suficiente para levá-lo até sua casa em Seattle, Washington.

A situação de repente se tornou mais realista. Os pais de Sherin concordaram, que se ela pagasse seus custos de viagem sozinha, eles permitiriam que ela tivesse o cachorro. Ela lançou de imediato uma campanha de arrecadação de fundos on-line, compartilhando a história de Kingston e pedindo a amigos e familiares que contribuíssem de todas as formas possíveis.

Ela iria ficar na Jamaica apenas por mais alguns dias, mas sabia que seria capaz de convencer os funcionários do rancho a pegar o cachorro e levá-lo ao abrigo. Ela era teimosa – e estava determinada.

“Eles não estavam muito interessados em me ajudar no início”, disse Sherin. “Eles o viam como apenas mais um cachorro abandonado pelas ruas. Entretanto eu voltei para casa, mas continuei chateando e incomodando o pessoal do rancho por três semanas seguidas.”

A persistência constante de Sherin valeu a pena. O abrigo entrou em contato com ela logo de seguida com a notícia de que os fazendeiros haviam capturado Kingston e que ele estava em segurança no abrigo.

“Ele estava realmente desnutrido, coberto de cortes e arranhões e tinha vermes”, disse Sherin. “Ele iria ficar com a equipe de resgate até Fevereiro, para ficar saudável o suficiente para conseguir voar.”

Depois de angariar mais de 900 dólares com a ajuda de familiares e amigos, Sherin finalmente conseguiu reservar a viagem de Kingston para casa. Ela doou o restante dinheiro que sobrou ao abrigo, por ter cuidado tão bem dele e esperou pacientemente pela sua chegada ao seu novo lar.

O dia finalmente chegou em meados de fevereiro – e Sherin não poderia ter sido mais exultante.

“Chegamos ao aeroporto e ele estava esperando com todos os outros animais de estimação que tinham voado”, disse Sherin. “Eles levantaram a porta da garagem e eu o vi sentado em sua caixa… e aí, apenas chorei. Ele estava aqui, depois de todos rirem de mim por ser uma ‘criança’ e tentar tratar de tudo sozinha. Mas ele estava finalmente em casa e ele era tão lindo.”

Sabendo que Kingston estava com medo de voltar para o mesmo local de onde tinha vindo, Sherin estava realmente preocupada que ele ficasse muito estressado em sua nova casa. Mas não…

“Após cerca de 10 minutos de exploração, ele voltou e se sentou no meu colo”, disse Sherin. “Dava para notar que ele estava faminto por atenção. Ele só queria alguém para amar e se relacionar.”

Após um check-up com seu novo veterinário, ficou determinado que suas pernas estavam curvadas devido a uma deficiência de cálcio – que se tinha desenvolvido por não ter tido uma dieta adequada durante seus primeiros meses de vida. É esperado que recupere, mas a família terá que ficar de olho, caso ele precise começar a usar aparelho ortopédico para obter algum suporte.

“O abrigo nos disse que Kingston provavelmente havia sido abandonado pouco tempo depois de nascer”, disse Sherin. “Então ele vem lutando e passando fome a vida toda.”

Agora com cerca de 8 meses de idade, Kingston está feliz e saudável como nunca. Ele ama todas as pessoas que conhece – e adora seu irmão mais velho, um labrador de 6 anos chamado Bentley.

Seus dias não são mais gastos procurando comida ou fugindo de turistas barulhentos. Agora, ele vai ao parque dos cães, aconchega-se sua cama aconchegante e come todas as guloseimas que quiser.

Os pais de Sherin, que estavam hesitantes no início, também se apaixonaram por Kingston.

“Eles o adoram”, disse Sherin. “Meu pai e ele tiram sonecas no sofá, minha mãe o leva para a cama com seu pequeno cobertor todas as noites.”

Vendo como a vida de Kingston é ótima agora, Sherin não consegue evitar o orgulho com que fica toda a vez que alguém pergunta de onde ele veio.

“Tê-lo aqui é o que mais me orgulha em toda a minha vida”, disse Sherin. “Antes de Kingston, nunca tinha visitado um país onde os cães abandonados fossem tão abundantes. Eu nunca tinha visto um cão tão desnutrido que mal conseguia ficar de pé. Ele abriu meus olhos para tantas coisas. Estou grata e acredito que ele também.”


Gostou da matéria? Compartilhe este artigo. Isso nos ajuda a espalhar bons conteúdos nas redes sociais. Obrigado

Tradução e adaptação Portal do Animal – Fonte: The Dodo

Todos os dias, filhote de cervo espera cachorro na floresta para brincarem juntos
Esquilo ‘mafioso’ negocia nozes com vendedor em troca de sua ‘proteção’
Cachorrinha foge de casa para dar um ‘rolê’ com cervo na floresta
Baleia é encontrada morta em praia com mais de 100 kg de plástico em seu estômago
Pit bull recebe linda serenata do seu pai: ‘Ela estava adorando cada minuto’
Todos os dias, filhote de cervo espera cachorro na floresta para brincarem juntos
Cadelinha cuida de um galho por 5 anos como se ele fosse seu próprio filho
Cachorrinha recebe mais de 30 pedidos de adoção após salvar 5 gatinhos do frio
Cachorrinha recebe mais de 30 pedidos de adoção após salvar 5 gatinhos do frio
Voluntário transforma caixas térmicas descartadas em casinhas para gatos de rua
Caminhoneiro chora ao rever seu gato, após 2 meses separados: ‘Foi um milagre de Natal’
Menina não consegue sustentar gata e é forçada a deixá-la na rua com bilhete: ‘Adeus, Violet’