Gatinha rejeitada pela mãe após o nascimento faz amizade em abrigo com porquinha resgatada

ANÚNCIO
ANÚNCIO

Toda semana noticiamos aqui no Portal do Animal histórias inspiradoras de animais de variadas espécies que deixaram de lado suas diferenças para forjar amizades verdadeiramente genuínas.

ANÚNCIO

A história de amizade da gata Marina e a porca Laura se juntam à essa lista crescente.

Marina foi abandonada pela própria mãe biológica logo após seu nascimento. Ela era a filhote mais fraca da ninhada e, instintivamente, sua progenitora concluiu que não sobreviveria. Com sorte, ela nasceu em um abrigo, e os voluntários do local a socorreram assim que perceberam a rejeição da mãe.

ANÚNCIO

A equipe do Santuario Igualdad Interspecies cuida não só de cães e gatos, mas porcos e outras espécies de animais. Eles não ficam isolados uns dos outros, o que permite que possam se conhecer e se integrar.

Foi o que aconteceu com a gatinha. Em suas andanças pelas dependências do abrigo, ela conheceu a porca Laura – a suína havia sido resgatada dias antes de um matadouro, onde seria sacrificada para consumo humano.

ANÚNCIO

Uma foi com a cara da outra, e elas passaram a andar juntas pelo abrigo durante a semana. De certo modo, Laura e Marina se ajudaram a lidar com os traumas e adversidades passadas.

ANÚNCIO

Essa amizade incomum chamou a atenção dos voluntários da Santuario Igualdad e elas viraram os xodós do local. Para eles, a duplinha encarnou muito bem os princípios da organização: a integração e amizade entre animais de diferentes espécies.

É improvável que elas sejam adotadas pela mesma família, mas a ONG mantém esperanças de que isso aconteça. De todo modo, a amizade que construíram até aqui merece ser apreciada. Não é todo dia que um gato e um porco se tornam melhores amigos, não é mesmo?