ANÚNCIO

O instinto materno é mais forte do que qualquer senso comum. Recentemente, uma galinha chocou – e acolheu – um filhote de pato que ninguém sabe de onde veio.

Tudo começou quando a norte-americana Courtney Sugarman e seu marido Caleb estavam procurando um novo hobby para preencher seu tempo durante a primavera. Eles, que são amantes dos animais, decidiram expandir sua família adotando seis patos e três galinhas adultas.

ANÚNCIO

Leia também: Polícia prende mulher acusada de abuso, abandono e maus-tratos do próprio cachorro nos EUA

As galinhas e os patos mantiveram-se quase sempre isolados até meados de novembro, quando Courtney avistou uma de suas galinhas sentada sobre um ovo de pato. Ela não tinha ideia de como a galinha o havia encontrado. “Ingenuamente pensamos que nada poderia acontecer”, disse a mulher ao portal The Dodo. “Então, deixamos a galinha chocar em paz.”

ANÚNCIO

Logo depois, a galinha botou sete ovos e continuou a botar, desta vez, mais oito. “Nós deixamos ela e os ovos ficarem no galinheiro e, para ser honesta, eu ainda não estava convencida de que algum dos ovos iria chocar”, disse a dona. “Então, [em dezembro], eu chequei debaixo da mamãe galinha e ela chocou um dos ovos (de galinha).”

A família Sugarman trouxe então a mamãe, seu novo filhote e o resto dos ovos para dentro para protegê-los do frio do inverno em Vermont, nos EUA. E no ambiente aconchegante, mais e mais galinhas começaram a chocar.

ANÚNCIO

Então algo notável aconteceu: “Cerca de uma hora depois, notamos um bico de pato saindo debaixo dela!”, relembra a mãe.

Leia também: Morador de rua e seu fiel cachorrinho encontram – e devolvem – carteira com R$ 680 ao dono

O patinho teve uma impressão imediata na galinha, achando que era sua mãe, e a ave não pareceu notar a diferença entre o patinho amarelo e seus outros bebês de pelagem branca. De acordo com Courtney, ela “tratou o patinho como os outros filhotes”.

Claro, para qualquer outra pessoa, a diferença é óbvia – especialmente quando o pato começou a crescer.

Mas o patinho ainda pensa que é apenas um do ‘rebanho’. “Ele age como se fosse apenas um filhote grande ”, disse Courtney. “O patinho cresce muito mais rápido do que os filhotes, então cresceu mais rápido que mamãe, mas isso não mudou nada.”

“O pato ainda tentou ficar embaixo da mamãe, embora não coubesse”, acrescentou.

Eventualmente, a mamãe galinha foi movida de volta para o galinheiro quando ela ficou inquieta lá dentro. Mas isso não alterou nada para o patinho e seus irmãos frangos. “Os filhotes agora abraçam o pato, já que ele é tão grande (talvez maior) que a mamãe”, disse Sugarman.

Quando o tempo esquentar, a nova ninhada de bebês será solta ao ar livre, onde poderão desfrutar da natureza. Mas mesmo quando o patinho pode se juntar aos outros patos, Courtney acha que ainda vai preferir passar o tempo com sua família de galinhas.

“Acho que vai acabar saindo mais com as galinhas”, disse ela. “Não gosta de nadar como os outros faziam quando eram tão jovens. Ele apenas flutua espiando e gritando até que o colocamos de volta com os pintinhos”.

Assista ao vídeo:

Você pode gostar: