Foto de cachorro abraçando seu amigo em abrigo viraliza e acaba salvando as suas vidas | Portal do Animal

Foto de cachorro abraçando seu amigo em abrigo viraliza e acaba salvando as suas vidas

É incrível como uma única fotografia tem o potencial de mudar vidas inteiras, como foi o caso para esses esses dois incríveis cães de abrigo.

Em 2015, Keira e Kala se tornaram companheiras de abrigo e rapidamente se apegaram uma à outra. Em pouco tempo construíram uma linda amizade, intimamente ligada, de coração e alma.

Tragicamente, as duas tinham ficado em um abrigo que as sujeitariam a uma eutanásia em breve.

Foi quando com um simples piscar da lente de uma câmera, tudo começou a mudar e as duas tiveram uma segunda chance na vida.

A organização de resgate de animais de Atlanta, Angels Among Us Pet Rescue (Anjos entre Nós – Resgate de Animais, em tradução livre), nos EUA, viu a foto e decidiu intervir, na tentativa de adotarem Keira e Kala o quanto antes.

Para fazerem pressão e agilizar o processo de adoção, impedindo que os animais fosses submetidos à eutanásia, a organização postou a icônica foto em sua página do Facebook que contava aos leitores à respeito da comovente história do ponto de vista de Kala:

“Eu sou Kala, e essa é a Keira. Estamos tão assustados aqui. As pessoas que trabalham nos abrigos veem como estamos assustados, mas apenas dizem umas às outras que hoje é o ‘dia’. Nós precisamos ser resgatados ou seremos os próximos. Keira é corajosa e me diz que tudo ficará bem, não importa o que aconteça. Ela me diz para ser corajosa também, mas não sei se posso ser. Você pode ver em nossos rostos. Keira sabe o que vai acontecer. Você pode ver nos olhos dela. Ela está tentando manter sua aura de coragem, mas eu posso sentir seu coração batendo acelerado enquanto eu estou me agarrando a ela. Se ninguém nos salvar, alguém a levará para longe de mim. Eu não quero vê-la sendo levada nos corredores. Ela não vai voltar e eu vou chorar. Eles virão até mim eu não serei tão corajosa. Nós nos consolamos enquanto estávamos aqui. Ela me deu esperança quando eu não tinha nenhuma. Agora acabou. A não ser que… A não ser que você aja e nos tire daqui!”

O post de partir o coração se tornou viral em poucos minutos e, de acordo com a Angels Among Us, levou exatamente 2 horas e 6 minutos desde o momento em que a história foi postada até o momento em que eles receberam a notícia de que Keira e Kala estavam salvos da fila da eutanásia.

Uma moça que viu a foto na página da organização entrou em contato com a clínica de eutanásia e se ofereceu para adotá-las, com o respaldo da Angels Among Us.

A ONG se ofereceu para cuidar da dupla até que a mulher preparasse sua casa para recebê-los, apesar de suas instalações já estarem abarrotadas de cães e gatos resgatados.

Um mês depois, Pam Cody e Wendy Newman finalmente os buscaram e os levaram para casa.

Keira e Kala ganharam uma família  – duas mães que os amam muito e uma casa enorme para poderem brincar!


Gostou da matéria? Compartilhe este artigo. Isso nos ajuda a espalhar bons conteúdos nas redes sociais. Obrigado!

Escrito por Gabriel Pietro em exclusivo para o Portal do Animal

Estudante se torna ‘mamãe’ de um burrinho que só precisava de carinho
Exausto e de olhos lacrimejantes. Urso polar aparece em cidade na Sibéria
Jovem recebe visita “mágica” de pequena borboleta e comove as redes sociais
4 quadrinhos hilários explicando porque os gatos são melhores que os cachorros
Motorista perde o controlo e derruba 11 postes no interior de SP ao desviar de cachorro
Foto de cachorro abraçando seu amigo em abrigo viraliza e acaba salvando as suas vidas
Cachorro perdido pede ajuda em farmácia e recebe o melhor atendimento que podia imaginar
Cachorro abandonado com cadeirão e TV pensava que seu dono voltaria para pegar ele
Gato se esconde em carro e aparece no velório de dona que morreu em acidente de ônibus
Morreu Grumpy, o gato que inspirou milhões com seus memes na Internet
Gato estraga fones de ouvido, dono reclama, e ele volta com uma cobra como “substitutivo”
Gatinha recém-nascida não para de sorrir após ser resgatado das ruas