A Polícia Militar Ambiental de Cananeia encontrou um filhotinho de 15 dias numa situação horrível. Sua cabeça estava presa em um recipiente plástico, que o asfixiava.

Tudo aconteceu no último sábado 21 de março, na cidade de Cananeia, no litoral de São Paulo, em que as equipes da Polícia Militar Ambiental encontraram um filhotinho de cachorro durante patrulhamento pela cidade, quando ouviram o choro do cãozinho, agonizando no interior da mata.

Quando se aproximaram, encontraram uma cena horrível, pois o filhote estava com a cabeça presa dentro de um recipiente plástico totalmente vedado, seu corpo estava ferido e cheios de larva. De acordo com a PM, o animal morreria em pouco tempo.

Após conseguir retirar o recipiente plástico o cãozinho voltou a respirar normalmente, a equipe policial então conduziu o pobre animal até uma clínica veterinária onde recebeu cuidados veterinários e alimentação e o carinho de todos.

Leia também:

A Associação de Proteção dos Animais do Vale do Ribeira, em Registro (SP), assumiu os cuidados pelo cãozinho onde permanecerá em recuperação sob os cuidados dos profissionais da instituição.

Leia também:


Gostou da matéria? Compartilhe este artigo. Isso nos ajuda a espalhar bons conteúdos nas redes sociais. Obrigado!