Seja por uma ONG, um abrigo, ou um santuário, todos aqueles que se voluntariam para ajudar os animais merecem todo o respeito da sociedade.

A ativista Jenny Desmond, é uma dessas pessoas que tiramos o chapéu. Ela e seu marido possuem um santuário de chimpanzés na Libéria, nação no oeste africano, mas apesar do seu foco nesses primatas, a mulher ajuda todos os animais que encontra. Esse foi o caso de uma filhotinha que ela encontrou ao passar por uma vila remota.

A pequena estava faminta e muito debilitada. Sem comer há dias, mal conseguia se sustentar de pé. Jenny sabia que ela não iria sobreviver por muito tempo se continuasse ali, então resolveu resgatá-la.

A mulher levou a filhote para o santuário, onde, ao lado do marido, que é médico veterinário, cuidaram e trataram dela.

Leia Também: Cervos desfrutam o desabrochar das cerejeiras e roubam a cena em ensaio fotográfico de noivos

Jenny já resgatou diversas espécies diferentes de animais, apesar de seu foco ser nos chimpanzés.

“Ela já salvou de tudo, de galinhas a gafanhotos”, diz um funcionário do santuário.

A cachorrinha mais tarde foi batizada como ‘Snafu’, um apelido carinhoso na Libéria.

Snafu se deu muito bem com todo mundo do santuário, especialmente os chimpanzés, que fizeram questão de abraçá-la durante todos os dias de sua recuperação! Olha que fofo:

Embora Jenny quisesse adotar Snafu permanentemente, ali não era o lugar ideal para ela viver, então ela conseguiu que uma família a adotasse nos Estados Unidos.

Saiba mais assistindo ao vídeo abaixo:

Leia Também: Gatinha abandonada e ignorada por milhares de pessoas recebe ajuda de jovem cuidadora


Gostou da matéria? Compartilhe este artigo. Isso nos ajuda a espalhar bons conteúdos nas redes sociais. Obrigado!