Família quase enterra marmota ‘morta’: ‘Chamamos uma especialista assim que ela se mexeu’

ANÚNCIO
ANÚNCIO

É horrível ver animais sofrendo, especialmente quando tentamos salvá-los, mas chegamos tarde demais.

ANÚNCIO

Por sorte, esse não foi o caso desta família que viu uma pequena marmota, aparentemente sem vida no quintal. Quando foram pegar a pá para dar ao animal um enterro adequado ela se mexeu!

A família inteira ficou chocada. Ela estava viva! Eles imediatamente ligaram para Molly Ryan, uma especialista em vida selvagem da região.

ANÚNCIO

Molly rapidamente veio ajudar e concordou em levar a marmota ao centro de resgate para ver o que poderia ser feito.

A especialista também percebeu por que parecia que a pobre marmota tinha morrido. Ela provavelmente ficou deitada ali doente por um longo tempo. Ela estava severamente desidratada. Fluidos intravenosos precisam ser administrados imediatamente. Sua temperatura corporal também encontrava-se muito baixa, causando hipotermia.

ANÚNCIO

Enquanto o pequeno animal lutava por sua vida, Molly decidiu chamá-la de Coco. Após um exame mais aprofundado, foi descoberto que Coco também tinha feridas de pássaros tentando bicar nela.

Surpreendentemente, durante o longo exame, a aplicação intravenosa e toda a agitação, Coco foi o mais doce possível. Molly ficou muito comovida por isso. Os animais selvagens raramente são tão calmos e doces.

Os exames de sangue de Coco também revelaram que ela também estava desnutrida. Era muito difícil conseguir deixar esse pequeno animal saudável novamente, mas Molly estava determinada (e Coco também!)

ANÚNCIO

Leia Também: Homem salva passarinho congelado na estrada em meio a rigoroso inverno do Canadá

Devido a saúde precária da marmota, a especialista queria ficar de olho nela 24 horas por dia, 7 dias por semana, por isso tentou algo bastante singular – ela levou Coco para dormir com ela em sua cama. Para deleite e choque da mulher, Coco ADOROU!

Depois da primeira vez sendo um sucesso tão grande, virou rotina as duas dormirem juntas. Toda noite, a marmota se aconchegava o mais perto possível da mulher, ficando mais forte a cada dia.

A intenção de Molly era liberá-la de volta à natureza, quando estivesse em perfeita saúde. Mas com o passar do tempo, a especialista percebeu que Coco não andava exatamente em linha reta e sempre mantinha os olhos fechados por muito tempo. O veterinário logo confirmou o que a mulher suspeitava: Coco era cega.

A marmota nunca sobreviveria na natureza e esse também era provavelmente o motivo pelo qual ela acabou no quintal da família. O que fazer?

A especialista fez o que muitos amantes de animais fariam nessa situação, adotá-la!

Coco ama sua nova casa e se da muito bem com os outros animais de estimação de Molly.

A pequena marmota que estava à beira da morte agora está vivendo uma ótima vida. Isso não é incrível?!

Leia Também: Veterano do Exército atira em galho a 20 metros de altura para libertar águia presa


Gostou da matéria? Compartilhe este artigo. Isso nos ajuda a espalhar bons conteúdos nas redes sociais. Obrigado!