ANÚNCIO

No início deste mês, a carioca Caroline Reis, moradora da Cidade Maravilhosa, decidiu acolher um cãozinho que, segundo ela, apareceu subitamente em sua residência.

“Nunca tinha visto ele, até que um dia meu namorado estava fazendo churrasco e deu a ele umas carnes 🍖”, contou Carol em uma publicação compartilhada online.

ANÚNCIO

De lá pra cá, o cachorro nunca mais deixou a porta da mulher. “Brincamos que ele forçou a adoção… Agora é nosso bebê”, afirmou ela.

O doguinho recebeu o nome de ‘Bob’ e nos últimos dias, tem se adaptado bem à rotina e funcionamento do novo lar.

Mais recentemente, sua família teve uma dúvida que não quis se calar: afinal de contas, quantos anos Bob têm? Seria ele um filhote ou um idosinho? Se de um lado a ‘barbicha’ do cãozinho denuncia uma idade mais avançada, seu jeitinho e semblante parece dizer o contrário.

ANÚNCIO

De toda forma, uma coisa é certa: Bob é jovem, mas por ter vivido boa parte da vida nas ruas, está mais ‘acabado’ do que o normal.

Leia também: Idoso de 92 anos reencontra sua amada cachorrinha de estimação dias antes de falecer em hospital

ANÚNCIO

“E sim, eles nos adotou, pois nossa casa é pequena então não queríamos agora nenhum animalzinho por isso, acontece que ele batia na porta pra entrar 🤣🤣 E desde pequena sempre gostei dos animais, meu coração amoleceu e ele entrou 💟😁”, concluiu Carol em sua história.

Desde então, mais de 3 mil internautas curtiram e comentaram no post-relato da carioca. Confira alguns abaixo:

#1 Eu, idoso? Não!

#2 Talvez esteja em meia-idade.

Leia também: Cachorrinho golden retriever faz amizade com filhote de dálmata e o acolhe como um irmão

#3 Muito bom!

#5 Aí sim!

Você pode gostar: