Fotografei dois gatinhos se abraçando romanticamente e eu juro que isto não foi encenado

Orin, conhecido na internet como Pacific Reverie (ou “Devaneio do Pacífico”), é um viajante e fotógrafo profissional nascido no estado da Califórnia, nos EUA. Ele adora gatos, mas infelizmente não pode ter um em casa por viajar o mundo constantemente, não tendo condições de prover-lhe uma moradia fixa.

Solitário, o fotógrafo compensa essa ausência brincando (e fotografando) os animais que encontra nas ruas, como forma de aliviar esse sentimento. “Quando cheguei para uma visita de duas semanas na Turquia, não pude acreditar em quantos gatinhos de rua perambulavam pelas ruas e cafés, e quão incrivelmente amigáveis ​​eles são! Se eu ficasse em um lugar por apenas alguns minutos, era garantido que um deles viria correndo até mim para ser acariciado… e logo em seguida, outro!”, relata.

Este é um reflexo do grande coração do povo turco, que se encarregam de cuidar desses animais, alimentando-os e até mesmo construindo-lhes casinhas adoráveis para que não passem frio nas ruas.

Certo dia, Orin estava passeando pelo famoso Canal do Bósforo, quando avistou algo adorável: dois gatos abraçados, acariciando um ao outro, inseparáveis. “Eu nunca vi nenhum gato se comportar assim. Corri para tirar algumas fotos, e fiquei me perguntando se alguém teria montado uma encenação, porque era lindo demais para ser verdade”, brinca o fotógrafo.

Abaixo você confere algumas fotos – e momentos – do viajante pela metrópole turca, dentre eles, o registro com os amantes gatinhos.

Olha só que pombinhos!

“Era um dia frio, então talvez eles estivessem se amontoando apenas para gerar calor? Mas então por que eles se sentariam em cima desse muro, expostos ao vento? É mais fácil acreditar que foi um momento de carinho,” diz Orin.

“Eu não tenho a resposta. Eles realmente parecem apreciando a vista. Estão em paz.”

Apenas um dia perfeito.

Enquanto isso…

Uma das casinhas que os turcos constroem para os gatos de rua – muito comuns nessa nação euro-asiática.

Leia tambémGangue de motoqueiros destroem ringues de luta de cães e resgata animais a donos violentos

É normal na Turquia ver gatos sobre as mesas dos restaurantes e cafeteria. Eles são animais muito respeitados e amados por lá.

“Me deixa muito feliz saber que esse povo ama com tanta sinceridade os gatos, bem como eu.”

Folgadinho…

Olha que fofo!

Ele adora um cafuné.

Orin encontrou centenas de gatos pelas ruas de Istambul.

Essa gatinha aí estava grávida (e bastante cautelosa com estranhos).

O casal.

Juntos, ainda mais lindos!

Gatos habitam toda a área do Canal do Bósforo e as rochas que o circundam, onde há alimentação farta (peixes).

“Eu abracei o máximo de gatos que pude, mas ainda assim, não eram nem um décimo dos que existem por ali,” diz Orin.

Leia também“Gato enfermeiro” que foi resgatado, agora cuida de outros animais doentes em abrigo


Gostou da matéria? Compartilhe este artigo. Isso nos ajuda a espalhar bons conteúdos nas redes sociais. Obrigado!

Tradução e adaptação por Portal do Animal, escrito por Gabriel Pietro, da matéria originalmente criada por Bored Panda.

Estudante se torna ‘mamãe’ de um burrinho que só precisava de carinho
Exausto e de olhos lacrimejantes. Urso polar aparece em cidade na Sibéria
Jovem recebe visita “mágica” de pequena borboleta e comove as redes sociais
4 quadrinhos hilários explicando porque os gatos são melhores que os cachorros
Motorista perde o controlo e derruba 11 postes no interior de SP ao desviar de cachorro
Foto de cachorro abraçando seu amigo em abrigo viraliza e acaba salvando as suas vidas
Cachorro perdido pede ajuda em farmácia e recebe o melhor atendimento que podia imaginar
Cachorro abandonado com cadeirão e TV pensava que seu dono voltaria para pegar ele
Gato se esconde em carro e aparece no velório de dona que morreu em acidente de ônibus
Morreu Grumpy, o gato que inspirou milhões com seus memes na Internet
Gato estraga fones de ouvido, dono reclama, e ele volta com uma cobra como “substitutivo”
Gatinha recém-nascida não para de sorrir após ser resgatado das ruas