ANÚNCIO

De diversas maneiras diferentes, Sailor, um inteligente cachorrinho, está prestes a se tornar o “animal de estimação dos professores de uma escola”.

O cãozinho é um Pastor-belga Malinois que foi treinado para detectar tiros, farejar munições e armas de fogo.

ANÚNCIO

O Distrito Escolar do Condado de Tuscarawas abriga cerca de 1.200 estudantes que agora receberão o animal como um cão ativo de detecção de atiradores.

Leia Também: Livraria no Canadá tem gatinhos circulando livremente em seu espaço: ‘Eles são adotados aqui’

ANÚNCIO

Com muitos tiroteios em escolas estadunidenses durante a última década, Sailor é apenas o segundo cão de tiro ativo em todo o país e o primeiro em Ohio.

O pequeno farejador veio de uma empresa chamada “Skool Dogs, Inc”. Ele iria vir com um preço de 25.000 dólares, mas foi concedido um desconto de 10.000 dólares, reduzindo o preço para 15.000 dólares. Para o superintendente distrital, Jim Millet, é dinheiro bem gasto.

ANÚNCIO

“É algo que nunca foi usado dentro de uma escola para a segurança das crianças”, compartilhou Joe Nick, fundador da Skool Dogs Inc. “Sempre estávamos lá tarde demais. Eu pensei que se pudéssemos inventar algo que chegasse lá ou estivesse lá quando algum tiro ocorre-se, poderia ajudar.”

O recém-nomeado oficial de segurança escolar do distrito escolar, Jason Wallick, cuidará do doguinho. Sempre que tiros ativos acontecerem no edifício, Sailor vai arrastar Wallick para o local, que, por sua vez, libera o cão para atacar o atirador.

O objetivo é que o animal consiga cumprir 10 anos de serviço.

Além disso uma clínica veterinária local doou cuidados contínuos para o cão, então eles não tem que se preocupar com a saúde do animal.

Leia Também: Jovem cadela coloca acidentalmente fogo em casa e fica assistindo as chamas: ‘Todos estão bem’


Gostou da matéria? Compartilhe este artigo. Isso nos ajuda a espalhar bons conteúdos nas redes sociais. Obrigado!

Você pode gostar: