Soldado canadense resgata e adota chimpanzé que vivia em área de guerra do Iraque

“Quando as pessoas perguntam se Manno se lembrou de mim … eu mostro a eles este vídeo.”

Mesmo depois de anos, um chipanzé chamado Manno não esqueceu a boa ação de seu salvador. A prova está no vídeo que mostram sua reunião.

Spencer Sekyer, viajou em 2014 do Canadá para a África e o Oriente Médio para fazer trabalhos voluntários.

Ao norte do Iraque, Spencer encontrou dentro de uma pequena gaiola no zoológico, um animal que impactaria seus próximos anos de vida.

Manno é um chipanzé que quando não estava confinado, ele era vestido e alimentado com doces por crianças, o que o deixava sempre enjoado. Ele não era nada além de uma atração para eles, mas o canadense sabia que Manno merecia a liberdade de levar uma vida real.

Leia Também: Mamã gorila beija e abraça sua cria recém-nascida após o parto

Devido ao tráfico global de animais selvagens, uma das maiores redes criminosas, o chipanzé foi levado da África ao zoológico. Privado de sua liberdade, ele foi comprado por 15.000 dólares.

Voltando ao Canadá, o homem começou o difícil trabalho de tentar, de longe, resgatar o animal do que estava rapidamente se tornando uma zona de guerra – o ISIS estava se aproximando do território.

Spencer pediu ajuda da renomada primatologista Jane Goodall, com que havia conversado por alguns minutos após um evento no Canadá. O instituto de Jane ajudou o homem a ter esperança. Além disso, conseguiram que a Ol Pejeta Conservancy, no Quênia, se envolvesse. A organização iniciou um esforço para trazer Manno de volta à África, ao “Santuário Chimpanzé do Sweetwaters”, uma casa perfeita para um chimpanzé como Manno.

Felizmente, após três anos desde que Spencer tinha conhecido o animal, ele foi finalmente transportado para um santuário. Mas quando novos animais chegam aos santuários, eles precisam passar por um período de quarentena para garantir que estejam saudáveis ​​o suficiente para serem apresentados aos outros animais resgatados.

O canadense fez questão de estar lá quando o período de quarentena de Manno terminou para ajudá-lo a fazer a transição para sua nova casa.

O chipanzé se lembrou na mesma hora que era seu antigo companheiro e foi rapidamente lhe dar um abraço.

No primeiro momento, era incerto se Manno conseguiria se adaptar e relacionar-se com seus relativos.

Mas essas preocupações acabaram pouco tempo depois.

Mesmo não tendo sido fácil no começo, Spencer estava lá para ajudá-lo.

“Ele estava com muito medo, nunca tinha estado perto de chimpanzés antes, então eu fui para ajudar na sua integração”, disse o canadense.

Quando Manno e outro chimpanzé começaram a fazer cócegas, ele sabia que era hora de Manno seguir em frente e ter a vida que ele sempre mereceu.

Spencer nunca esquecerá o último abraço que Manno deu a ele. E, felizmente, ele sempre terá esse vídeo, para ajudá-lo a se lembrar da conexão genuína que formou nessa inesperada reunião em uma jaula no Iraque.

“Quando as pessoas perguntam se Manno se lembrou de mim ou por que eu o salvei, mostro a eles este vídeo”, disse o homem.

Leia Também: Gorila gigante e gentil descobre seu novo amigo minúsculo na floresta


Gostou da matéria? Compartilhe este artigo. Isso nos ajuda a espalhar bons conteúdos nas redes sociais. Obrigado!

Todos os dias, filhote de cervo espera cachorro na floresta para brincarem juntos
Esquilo ‘mafioso’ negocia nozes com vendedor em troca de sua ‘proteção’
Cachorrinha foge de casa para dar um ‘rolê’ com cervo na floresta
Baleia é encontrada morta em praia com mais de 100 kg de plástico em seu estômago
Pit bull recebe linda serenata do seu pai: ‘Ela estava adorando cada minuto’
Todos os dias, filhote de cervo espera cachorro na floresta para brincarem juntos
Cadelinha cuida de um galho por 5 anos como se ele fosse seu próprio filho
Cachorrinha recebe mais de 30 pedidos de adoção após salvar 5 gatinhos do frio
Cachorrinha recebe mais de 30 pedidos de adoção após salvar 5 gatinhos do frio
Voluntário transforma caixas térmicas descartadas em casinhas para gatos de rua
Caminhoneiro chora ao rever seu gato, após 2 meses separados: ‘Foi um milagre de Natal’
Menina não consegue sustentar gata e é forçada a deixá-la na rua com bilhete: ‘Adeus, Violet’