Durante uma das partidas da semifinal do Campeonato Amazonense de futebol, um cãozinho invadiu o campo e roubou a cena entre os jogadores e o público pagante.

A partida estava sendo transmitida ao vivo pela televisão. O cachorro saiu correndo pelo campo e ainda tentou morder quem tentava retirá-lo do campo.

Nas redes sociais, o cãozinho invasor de campos repercutiu entre os usuários, que tiraram sarro da situação. No entanto, o que não se sabia até então era que o pequeno tinha fugido de casa e sua família estava procurando o paradeiro dele há pelo menos duas semanas.

Marta Sampaio, 54, que trabalha como autônoma, conta que tomou um verdadeiro susto ao ver seu cachorro desaparecido, batizado de “Doido” (por conta de sua personalidade travessa), na televisão, ao vivo.

“Meu neto gosta muito de futebol e estava acompanhando o jogo na internet, quando de repente surgiu o vídeo dele correndo pelo campo. Chamamos a família inteira para comparar com as fotos que temos aqui e todo mundo concluiu que era ele”, relata a autônoma.

Ela explica que seu cachorro tem um velho hábito de fugir de casa, mas sempre dava um jeito de voltar. No mês passado, Marta o perseguiu até o ponto de ônibus do bairro onde mora, em Santa Luzia, Manaus, mas não conseguiu pegá-lo. Duas semanas depois, Doido aparece invadiu o campo da semifinal do estadual amazonense.

“Fiz até uma tampa improvisada de PVC no portão para que ele parasse de fugir, mas ele roeu e conseguiu escapar. Ele já tinha fugido outras vezes, mas nunca ficou tanto tempo sem voltar. Eu estava certa de que alguém tinha levado ele, porque o Doido é muito dócil e gosta muito de brincar. Até que eu vi ele na televisão”, disse.

A dona de Doido revelou ainda que seu cachorro, surpreendentemente, é um verdadeiro aficionado por futebol. Ela então exibe alguns vídeos caseiros feitos em seu celular que mostram seu neto numa quadra de futsal brincando com o cachorrinho.

“Quando vi que ele estava no campo, no meio dos jogadores, tive certeza que era ele, porque ele adora futebol, ficava brincando com meu neto durante horas na quadra aqui perto de casa”, relata.

Procura-se Doido

O sumiço de Doido deixou um vazio na família de Marta, que fez ostensivas buscas por ele na região. O estádio da Colina, onde o cão foi visto pela última vez (por centenas de milhares de pessoas) fica a 5 km da casa da família, o que mostra o quanto o pequeno tem andado por aí desde que fugiu de casa.

“O Doido chegou aqui em casa filhotinho. Ele foi abandonado na rua e meu neto pediu pra ficar com ele. No começo eu fui contra, porque já tínhamos uma cadela aqui, mas ele trouxe e rapidamente ele conquistou todo mundo. A cadela, que cresceu junto com ele, está com um comportamento diferente, e eu acho que é porque o Doido foi embora. Nós também estamos tristes porque ele é nossa família”, desabafou.

Onde você se meteu, Doido?

Gleyson Maninho, gerente do estádio da Colina, responsável por ter tirado Doido do campo naquela noite, informou que o cachorro entrou por um portão que estava aberto durante a partida.

Depois de ser retirado do estádio, o cachorro foi devolvido à rua. Agora, ninguém sabe onde ele se meteu.

“Eu acredito que ele tenha sido atraído pelo cheiro do churrasco que os ambulantes vendem lá fora, viu o portão aberto e entrou. Quando deixei o deixei na rua, ele foi embora e não o vi mais”, informou.

Martta e a família esperam por novas notícias a respeito de Doido. A autônoma deixou o telefone (92) 99436-0963 à disposição para quem tiver informações sobre o cachorro.


Gostou da matéria? Compartilhe este artigo. Isso nos ajuda a espalhar bons conteúdos nas redes sociais. Obrigado!

Adaptação por Portal do Animal, da matéria originalmente criada por GE.