Cãozinho preso em piche latiu por dias até que alguém finalmente o ouviu | Portal do Animal

Cãozinho preso em piche latiu por dias até que alguém finalmente o ouviu

Na semana passada, trabalhadores próximos à cidade de Suwałki, na Polônia, ouviram algo que os preocupou. Em uma área remota e arborizada ao longe, um cachorro latia sem parar, pedindo desesperadamente por ajuda.

Felizmente, os trabalhadores decidiram atender ao chamado, seguindo o som até chegarem a essa imagem:

Lá, preso em uma poça de piche pegajoso e incapaz de se mover, havia um cachorro que precisava de ajuda.

Incapazes de soltá-lo, os trabalhadores contataram a socorrista Joanna Godlewska, da Fundação Animal Niczyje. Ela correu para o local, sem saber o que esperar.

“Quando finalmente cheguei e vi um cachorro deitado no piche, lágrimas vieram aos meus olhos”, disse Godlewska ao portal The Dodo.

Acredita-se que o cachorro, provavelmente abandonado, estava procurando calor quando se deparou com o piche descartado ilegalmente – sem perceber que, ao deitar-se sobre ele, ficaria irremediavelmente preso.

Ninguém sabe quanto tempo o cachorro esteve lá, decerto 3 a 5 dias, mas estava claro para todos que ele não teria sobrevivido por muito mais tempo. Seu estado de saúde era extremamente frágil.

Godlewska foi acompanhada por uma equipe local do corpo de bombeiros para ajudar a tirá-lo. Enquanto trabalhavam, um vislumbre de esperança surgiu nos olhos do cãozinho preso.

“Ele entendeu que estávamos salvando sua vida”, disse.

A equipe de resgate cortou com cuidado as porções de pelo mais lambuzadas de piche do pobre cachorro e usou óleo de cozinha para soltar o resto.

Então, finalmente, conseguiram levantá-lo.

O cão foi levado às pressas para uma clínica veterinária, onde foi tratado com produtos anti-alcatrão e tomou banho.

Felizmente, além de um par de ferimentos superficiais em um lado do rosto, o cachorro não apresentava muitas avarias físicas.

Desde então, ele foi submetido a diversas sessões de limpeza e fisioterapia, onde recuperou integralmente sua saúde.

“Ele se sente cada dia melhor”, disse Godlewska.

Em última análise, o cachorro, agora chamado Farcik, foi resgatado de uma armadilha mortal, e mais: outrora abandonado, ganhou um novo lar, tendo sido adotado pela socorrista que salvou sua vida, Joanna Godlewska.

O que levou à provação quase fatal de Farcik no alcatrão pode nunca ser conhecido – mas não há dúvida de que a sua vontade de viver e de alertar as pessoas para o seu sofrimento fizeram toda a diferença.

“Eu só queria salvá-lo”, disse Godlewska. “Obrigado a todos que ajudaram este cachorro.”


Gostou da matéria? Compartilhe este artigo. Isso nos ajuda a espalhar bons conteúdos nas redes sociais. Obrigado!

Escrito por Gabriel Pietro.

Estudante se torna ‘mamãe’ de um burrinho que só precisava de carinho
Exausto e de olhos lacrimejantes. Urso polar aparece em cidade na Sibéria
Jovem recebe visita “mágica” de pequena borboleta e comove as redes sociais
4 quadrinhos hilários explicando porque os gatos são melhores que os cachorros
Motorista perde o controlo e derruba 11 postes no interior de SP ao desviar de cachorro
Foto de cachorro abraçando seu amigo em abrigo viraliza e acaba salvando as suas vidas
Cachorro perdido pede ajuda em farmácia e recebe o melhor atendimento que podia imaginar
Cachorro abandonado com cadeirão e TV pensava que seu dono voltaria para pegar ele
Gato se esconde em carro e aparece no velório de dona que morreu em acidente de ônibus
Morreu Grumpy, o gato que inspirou milhões com seus memes na Internet
Gato estraga fones de ouvido, dono reclama, e ele volta com uma cobra como “substitutivo”
Gatinha recém-nascida não para de sorrir após ser resgatado das ruas