ANÚNCIO

Frequentemente ouvimos histórias de cães sendo maltratados e negligenciados por seus donos – chegando a passar por situações terríveis, o que acaba criando uma série de traumas para eles. A história de Lucky, apesar de começar bem parecida, tomou um rumo diferente com as atitudes do cão, confira:

Nos EUA e no Canadá, todos os prédios tem um superintendente, uma espécie de marido de aluguel responsável em manter e consertar qualquer problema do local. Assim, em um prédio do Brooklyn, em Nova Iorque, o super (abreviação) do local era basicamente o ‘responsável’ por alimentar o cão que era negligenciado por um dos moradores.

ANÚNCIO

Lucky era um cachorrinho lindo e animado, mas por algum motivo, seu dono não dava a mínima para ele, chegando ao ponto de passar seis meses sem alimentá-lo. Vendo sua situação, o superintendente fazia seu máximo para alimentá-lo com o que podia, o que não era muito…

A situação se prolongou por seis meses até que o homem decidiu tomar uma decisão (um pouco atrasada) e ligar para o “AMA Animal Rescue”, informando-os sobre a situação do animal, que além de não alimentado direito, ficou acorrentado durante o semestre inteiro!

ANÚNCIO

Ao chegar no local, os socorristas ficaram espantados ao verem aquela cena tão incomum: sim, o pequeno era basicamente pele e osso, mas diferente da maioria, ele não tinha um pingo de timidez e ressentimento, ao contrário, ele era uma “bola de felicidade contagiante“.

Leia Também: Filhote abandonado em caixote é adotado e passa por profunda transformação

ANÚNCIO

Esse contraste gigantesco foi mais do que o suficiente para fazer cada um dos voluntários cair em lágrimas naquele momento. Eles já estavam acostumados em ver cães em estado precário, mas a atitude daquele cachorro fez o coração de todos tremer de emoção.

Eles lhe deram comida e, faminto, o pobrezinho comeu como se passassem anos desde sua última refeição.

Com as costelas demarcadas e unhas tão grandes que quase impossibilitavam sua locomoção, seus socorristas o carregaram até a saída, aonde eles testemunharam outra cena impressionante: de tão faminto que estava, Lucky começou a comer a neve do chão!

Emocionados mais uma vez, a equipe se apressou para levá-lo ao veterinário que fez um check-up completo nele.

O cachorrinho foi submetido a uma rotina de tratamento que durou algumas semanas, mas logo após se recuperar ele foi adotado bem rápido, o que não era de se surpreender devido ao seu jeitinho tão especial.🥰

Lucky agora vive com seus pais e sua irmã (uma cachorrinha) no Brooklyn, e está mais do que feliz em poder compartilhar todo seu amor e energia com a família!

Assista a história do cão no vídeo abaixo:

Leia Também: Cachorro abandonado por ser ‘velho demais’ é adotado por voluntária de canil


Gostou da matéria? Compartilhe este artigo. Isso nos ajuda a espalhar bons conteúdos nas redes sociais. Obrigado!

Você pode gostar: