Cão cego e surdo conforta todos os animais doentes resgatados que passam por sua casa

Sheryl Smith é uma amante de animais que vem resgatando e realojando-os há anos. Além disso, ela sempre tende a focar naqueles que todos já desistiram.

Quando a mulher ouviu falar sobre Shiro, um cachorro parcialmente cego e surdo que já passou por dois abrigos, doze lares temporários, e havia sido adotado e devolvido quatro vezes, ela sabia que tinha que ajudá-lo. A ansiedade do cãozinho era paralisante, e Smith rapidamente decidiu que ela e sua família o adotariam para que ele finalmente soubesse como era ter um lar para sempre.

“Ele tinha seus problemas, mas todo mundo desistiu dele e nós não estávamos preparados para fazer isso também”, disse Smith, que adotou Shiro em 2018. “Ele ainda hoje chora no carro porque acha que está sendo deixado em outro lugar.”

Mesmo Shiro ainda tendo alguns traumas passados, ele já chegou muito longe desde quando sua família o conheceu. Por tudo o que passou, o doce cachorrinho tem uma queda por outros animais em necessidade e, a partir do momento em que se juntou à família, passou a consolar todos os outros animais de resgate que passam por sua casa.

Leia Também: Cachorro é deixado sozinho em carro e causa problemas ao ‘dirigir’ o veículo sozinho

“Logo após o resgate, salvei uma cadela grávida que estava doente demais para cuidar de seus filhotes, então Shiro foi até eles e começou a limpá-los”, disse Smith. “Ele faz isso a cada resgate que realizo. Ele se senta pacientemente com os gatos [alguns até selvagens] e cria laços tão fortes com eles, que eles confiam nele antes de confiarem em mim.”

Recentemente, Smith descobriu um pequeno gatinho selvagem, mais tarde chamado Tiny Tolley, que estava doente e lutando, e imediatamente saiu para resgatá-la.

Smith não conseguia acreditar o quão magra e doente a pobre gata estava, e rapidamente começou a tentar tratá-la de volta à saúde. Ela não teria conseguido aguentar muito mais tempo se Smith não a tivesse salvo às pressas – e Shiro podia sentir isso desde o momento em que chegou.

“Shiro nunca deixou a caixa da gatinha por um segundo”, disse Smith. “Ele sabia que ela estava muito doente e assustada e que precisava ser confortada.”

Lentamente, Tolley começou a recuperar suas forças, e mesmo assim Shiro ainda se recusava a sair do seu lado. Enquanto ela se aconchegava no colo de Smith, Shiro veio ajudar também …

… e não pode deixar de lhe dar um grande beijo para confortá-la, o que a gata estranhou um pouco.

Tiny Tolley continua a ficar cada vez mais forte a cada dia e, assim que estiver completamente saudável, a amante de animais irá tentar encontrar seu ‘lar para sempre’.

Shiro continua a confortar todos os animais adotivos que vem a sua casa da melhor maneira possível.

“Seu amor e compaixão pelos outros animais necessitados é incrível”, disse Smith.

Leia Também: Cadelinha é adotada após aguardar 2461 dias em abrigo: ‘Jamais perdeu a esperança’


Gostou da matéria? Compartilhe este artigo. Isso nos ajuda a espalhar bons conteúdos nas redes sociais. Obrigado!

Montanha parecida com um cachorrão é descoberta na China: ‘Como ninguém viu isso antes?’
Homem entra em ação ao ver funcionários de zoológico se recusando a salvar chimpanzé
Fotógrafo vê um manta rosa raro pelo visor de sua câmera de mergulho
Criança sem pés ganha filhote sem pata: “Esse é meu filhote, ele é igual a mim”
Legião de cães adotados protege a fazenda de casal: ’45 cachorros resgatados de abrigos’
3 receitas super fáceis de guloseimas caninas geladas para se fazer em casa
Montanha parecida com um cachorrão é descoberta na China: ‘Como ninguém viu isso antes?’
Cães de rua são mimados em terminal de ônibus: ‘Caminha e cobertores pra se proteger do frio’
Gatinho engana a todos ao fazer sua família pensar que não gosta da filha recém-nascida
Gatinha danada ataca sorrateiramente a orelha de seu irmão, mas recebe contra ataque canino
Gatinha persegue cão que interrompeu seu momento de amor com seu amigo
Livraria no Canadá tem gatinhos circulando livremente em seu espaço: ‘Eles são adotados aqui’