Cadelinha que tinha corrente pesada no pescoço e nem conseguia levantar a cabeça é resgatada

ANÚNCIO
ANÚNCIO

Um grupo de resgate recebeu uma chamada para conferir um local suspeito de lutas de cães e ao chegar ao local encontrou uma cena de partir o coração ao mais duro dos corações. Logo na entrada do lugar, em Able Springs, no Texas, Estados Unidos, foi encontrado um cãozinho que estava perto dos portões de entrada, como o guarda do local.

ANÚNCIO

O cão, pequeno e muito magro, estava a usar uma corrente tão grande e pesada no pescoço que ele nem sequer conseguia levantar a cabeça, mesmo até quando a equipa de resgate chegou ao local. O animal, que estava preso a um eixo de um carro por uma corrente maciça, estava visivelmente mal fisicamente, emocionalmente e de todas as formas possíveis e imaginárias.

cão usava corrente pescoço 2

Foram encontrados mais 13 cães na propriedade, todos eles com visíveis traços de maus-tratos e tortura. De acordo com um comunicado à imprensa divulgado pela SPCA do Texas, nenhum dos cães teve acesso adequado a alimentação ou água e apenas alguns deles tinham casas para se proteger do sol quente que se faz sentir na região.

ANÚNCIO

Após o choque inicial de ter encontrado aquele cenário, o pessoal da SPCA do Texas levou os cães para que recebessem cuidados médicos urgentes. Dos 14 cães, aquele primeiro, o pequeno e magro cãozinho que carregava uma vida tão triste ou mais quanto o peso da corrente que tinha presa a si, foi o que mais marcou todos os presentes.

O animal, que depois se verificou ser uma cadelinha, recebeu o nome da cantora Gwen Stefani, “por causa de sua força, coragem e beleza”, disse Victoria Albrecht da SPCA do Texas. Porém, as notícias sobre a sua saúde não foram animadoras. O veterinário disse ao grupo que o bombeamento de sangue nas veias de Gwen estava extremamente fraco e era provável que ela morresse em poucos dias.

cão usava corrente pescoço 3

ANÚNCIO

Além disso, a cadela estava com a pele seca, rachada, coberta de feridas e com muitas pulgas. Ela precisava de transfusões de sangue com urgência, água limpa, alimentos frescos e bastante descanso. Depois do resgate, a pequena Gwen teve pela primeira vez tudo o que precisava, aliás, tudo o que qualquer cão merece… Cuidado, atenção e amor.

Alguns dias depois, os olhos de Gwen começaram a brilhar. A cadelinha já não estava apática, sonolenta e sem esperança e mais importante de tudo…continuava viva. Mais viva do que nunca, cumprimentando todos com um sorriso e um abanar de rabo.

cão usava corrente pescoço 4

ANÚNCIO

Gwen ainda tem um longo caminho até à sua completa recuperação, ainda precisa de ganhar mais peso e a pele ainda precisa de cuidados, mas agora ela já enfrenta a vida de cabeça erguida e com o rabo a abanar, mas principalmente leva a vida levemente, sem qualquer peso que a incomode!