ANÚNCIO

Elli sempre foi uma cadelinha pit bull amorosa e companheira, mas agora, virou uma ‘mamãe’ super-protetora com o filho de seus donos, que veio ao mundo recentemente.

O norte-americano Kevin Smith e sua esposa adotaram Ellie há alguns dias e tiveram que realizar um longo e paciente trabalho para que a cadelinha entendesse que eles só queriam proporcionar-lhe coisas boas.

ANÚNCIO

Isso porque ela vivia em um lar abusivo, com donos que a maltratavam com frequência. Felizmente, o doce casal estava disposto a mudar essa perspectiva da pit bull.

“No início fiquei preocupado porque ela tinha pavor até de sair do chão. Ela estava congelada no chão, e você poderia dizer que ela passou por um momento difícil. Agora ela quer que todos a amem e acariciem. Ela pede atenção”, disse Kevin ao portal The Dodo.

ANÚNCIO

Nos anos seguintes, devidamente integrados como família, eles logo se planejaram para a chega de uma nova integrante, a bebê do casal, Peytyn.

Quando eles tomaram ciência da gravidez, temeram qual seria a reação de Ellie, que poderia variar entre ciúmes, agressividade ou até mesmo rejeição. Nada disso foi o caso.

ANÚNCIO

Leia também: Bombeira resgata 18 cachorrinhos severamente desnutridos e com vermes em Porto Velho (RO)

Ellie sempre foi muito solícita com a bebê, inclusive quando ela ainda estava na barriga da mamãe.

“Quando minha esposa estava muito perto da data do parto, Ellie costumava deitar a cabeça sobre a barriga e ouvi-la. Foi mais ou menos uma ocorrência noturna”, relembra Kevin.

Dias após seu nascimento, Peytyn e Ellie puderam se conhecer e bem, foi amor à primeira vista.

“Tínhamos Peytyn no quarto e Ellie geralmente fica feliz em nos ver, mas ela simplesmente passou por nós e foi direto para Peytyn”, conta Kevin.

Leia também: Menino de 10 anos se oferece pra ser babá de cãozinho golden retriever: ‘Posso passear com ele’

Hoje, Ellie é só amor e super-proteção com sua irmãzinha, e se encarrega, por conta própria, de garantir a sua segurança.

“Você não pode levar Peytyn a qualquer lugar sem que Ellie a siga. Você leva Peytyn para o trocador e Ellie está lá, certificando-se de que seu bebê está bem… Ela apenas senta lá e fica olhando para você. Você a pega para movê-la e ela segue você”, contam os donos.

Você pode gostar: